A emissora estatal da Geórgia confirmou que estará representada na próxima edição do Festival Eurovisão em Lisboa. Até ao momento, 21 países confirmaram, provisoriamente, a sua participação na competição.

Apesar de estar a viver a sua pior série de resultados na competição, a emissora estatal da Geórgia confirmou, recentemente, que integrará o lote de participantes do Eurovision Song Contest 2018, certame que decorrerá em Lisboa a 8, 10 e 12 de maio. Contudo, a GPB recusou-se a adiantar qual será o processo de seleção dos seus representantes, sendo que, nos últimos anos, a emissora tem apostado em finais nacionais (2015 e 2017) e seleções internas (2014 e 2016).

Agendado para 8, 10 e 12 de maio no Parque das Nações, em Lisboa, o Festival Eurovisão 2018 conta com 21 países provisoriamente confirmados: Alemanha, Áustria, Bélgica, Chipre, Dinamarca, Estónia, Finlândia, França, Geórgia, Irlanda, Letónia, Lituânia, Malta, Noruega, Polónia, Portugal, Roménia, Rússia, Suécia e Suíça. Por outro lado, Andorra e Luxemburgo são os únicos países que já confirmaram que não estarão representados em Lisboa.

Estreante em 2007, a Geórgia participou em 10 edições do Festival Eurovisão, tendo apenas falhado a edição de 2009, visto ter retirado a sua candidatura depois da mesma ter sido recusada pela EBU/UER. O 9.º lugar alcançado em 2010 e 2011 por Sopho Nizharadze e Eldrine, respetivamente, é o melhor resultado do país, sendo que o 15.º (e último) lugar na semifinal de 2014 foi o pior resultado da sua história. Em Kiev, o país foi representado por Tamara Gachechiladze e "Keep the Faith", terminando em 11.º lugar com 99 pontos, a 16 do apuramento. Recorde a atuação de seguida:


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Escxtra/ Imagem/Vídeo: eurovision.

2 comentário(s):

  1. Anónimo15:20

    Merecia muito mais a final do que a Grecia.
    Alias, se nao fosse por la estar o Chipre, teria sido a Georgia a qualificar-se. E triste ver apuramentos que nao sao baseados no merito da cancao...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo totalmente. Por mim, nem a Suécia merecia final.

      Eliminar

Temas em Destaque

 
Top