A emissora dinamarquesa DR revelou, recentemente, que a EBU/UER recusou os planos iniciais da atuação de Anja Nissen no Festival Eurovisão 2017 devido ao risco de incêndio em palco.

Jan Lagermand Lundme, chefe de entretenimento da DR, revelou, recentemente, que a emissora dinamarquesa tinha o objetivo de apresentar o mais longo fogo de artifício da história do Festival Eurovisão: "geralmente a duração é de 20 ou 30 segundos, mas queríamos ter um de 50 segundos". Contudo, a União Europeia de Radiodifusão (EBU/UER) rejeitou os planos ainda antes da chegada da comitiva a Kiev, alegando razões de segurança visto que os planos aliavam o fogo de artifício à utilização da máquina de vento: a junção dos dois efeitos poderia provocar um incêndio em palco. 

"Eles estavam preocupados com a possibilidade da máquina de vento fazer com que as faíscas do fogo de artifício provocassem um incêndio no cenário (...) mas insistimos que queríamos utilizar os dois efeitos". Além disso, a organização pôs também entraves na duração do fogo de artifício visto que o mesmo iria provocar demasiado fumo, algo que poderia prejudicar o bem estar dos presentes na arena.

Posteriormente, a EBU/UER informou a DR que os dois efeitos poderiam ser utilizados, mas com algumas exigências: a máquina de vento, utilizada em praticamente toda a atuação, foi desligada antes do início do fogo de artifício que durou cerca de 40 segundos, sendo o período máximo que a organização permitiu para que a saúde do público e dos artistas não fosse posta em causa. De realçar que, em 2015, a organização do evento recebeu duras críticas devido à dificuldade de escoar o fumo proveniente das atuações.

Anja Nissen foi a representante da Dinamarca no Festival Eurovisão 2017 com "Where I Am", conquistando o primeiro apuramento do país desde 2014. Contudo, a candidatura ficou longe dos bons resultados: depois do apuramento em 10.º lugar, Anja Nissen não foi além do 20.º lugar com 77 pontos. Recorde a atuação de seguida:


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Wiwiblogs/DR / Imagem/Vídeo: Eurovision.tv

8 comentário(s):

  1. Anónimo20:18

    Uma das minhas favoritas

    ResponderEliminar
  2. Anónimo20:19

    Ai se o Salvador sabe disto.... Vai ficar muito chateado de não terem deixado a Anja usar fireworks...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:05

      Já cansa essa conversa, que chatos

      Eliminar
    2. Anónimo21:37

      Mesmo que canseira!

      Eliminar
    3. Eu acho que se querem fazer um churrasco podem fazer... à condição de fazerem o Eurofestival na churrasqueira de Benfica... e tenho dito!!!!

      Eliminar
    4. Sim também tenho de concordar com os anónimos das 21:05 e 21:37. Aliás até depois da vitória de Portugal, o chefe de entretenimento da DR,Lugme, deu razão ao Salvador dizendo o seguinte: "Portugal ganhou com uma atuação que é tão simples e tão bonita. É verdade Música é música - não é confetti ou purpurina.

      Eliminar
  3. Anónimo21:55

    Uma das piores que passaram da final... Esta melodia tem 15 anos de atraso! Em 2002 compunha-se melhor música, sem dúvidas! A começar pela da sua compatriota... Não sei porquê mas ao voltar a ouvir esta melodia lembrei-me do ESC 2002:

    https://www.youtube.com/watch?v=epNYzfvFWYI

    ResponderEliminar
  4. Péssima música, gritaria sem fim. O televoto soube ver o que esta música valia

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top