Cinco anos depois de ter representado o Reino Unido na competição, Engelbert Humperdinck admitiu não acompanhar o Festival Eurovisão e teceu duras críticas ao evento: "Não importa qual talento enviar: para o Reino Unido, nada de bom virá".

A comemorar 50 anos de carreira e depois de ter garantido publicamente que não tenciona afastar-se dos palcos apesar dos seus 81 anos de idade, o cantor britânico Engelbert Humperdinck esteve à conversa com o tablóide Metro. A amizade com Elvis Presley, os dissabores com Tom Jobes, os grandes sucessos da carreira e os locais que visitou em tournée foram alguns dos temas discutidos, sendo que a participação do cantor no Festival Eurovisão 2012 também não ficou de fora da conversa.

"Não, eu não vejo isso. É tudo política" respondeu quando abordado sobre se tinha assistido à prestação de Lucie Jones, "O Reino Unido nunca mais conseguirá um bom resultado porque a competição é muito controlada. Não importa qual talento enviar: para o Reino Unido, nada de bom virá". O cantor vai mais longe nas críticas e garantiu que o 25.º lugar (com apenas 12 pontos) que alcançou em Baku foi devido à política: "Como é possível que numa competição em que há um artista mundialmente conhecido, saía vencedor um cantor que não tem qualquer contrato e que nunca atuou em qualquer arena? Além disso, havia naquele ano um grupo de avós russas que cozinhavam enquanto cantavam! Será que isto faz sentido? E ficaram em segundo".

Escolhido internamente para representar o Reino Unido no Festival Eurovisão 2012 com "Love Will Set You Free", Engelbert Humperdinck não foi além do 25.º (e penúltimo lugar) com apenas 12 pontos, tendo sido pontuado por apenas quatro países: Estónia (5), Irlanda (4), Letónia (2) e Bélgica (1). De realçar que a candidatura britânica foi a última classificada nos júris nacionais, com 11 pontos, tendo sido a 21.ª no televoto, com 36 pontos. Recorde, de seguida, a atuação:


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Metro/Wiwiblogs /Imagem e Vídeo: eurovision.tv

13 comentário(s):

  1. Anónimo01:14

    Posição muito ingrata... merecia bem mais!

    ResponderEliminar
  2. Anónimo01:31

    Pessimas estas declaraçoes... La por ele ser muito conhecido ter contratos e a Loreen nao, nao quer dizer que ele tenha que ganhar... Ele nao tinha uma musica para ganhar por isso nao ganhou... É verdade que o ESC tem muita politica mas usar isso para justificar o seu mau resultado... Gostava de saber onde andou a politica nesse ano na vitoria da Suecia... Enfim

    ResponderEliminar
  3. Anónimo02:36

    A canção até é bonita, nunca tinha ouvido, mas para o fim começa a ficar cliché.
    Não sou fã do Euphoria, não gosto do instrumental, gosto da expressividade vocal da Loreen e da performance. Mas não é minha vencedora de 2012, mas se calhar prefiro que a vitória da Suécia em vez da Rússia.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo04:08

    UK com discurso de Portugal... lol Por mim podes ter os contratos que quiseres, cantas com a voz que ainda tens e com a musica que ainda consegues. Se gostar gosto, senão, temos pena. Isto parece aquele discurso antigo "mas sabe com quem está a falar?" por ser médico ou engenheiro, estilo Eduardo Barroso, num momento diz trata-me por tu e depois passa o tempo a puxar dos galões.

    ResponderEliminar
  5. Paulo Morais05:38

    A declaração é tudo política vem sempre quando os resultados não nos agradam. A desculpa é velha e chata... os 10 ou mais 2°lugares e as vitórias do Reino Unido também foram políticas??? Fama e boa canção por vezes não chegam juntas e foi o que aconteceu a este senhor. Tente outra vez...ou talvez não...

    ResponderEliminar
  6. Anónimo09:47

    "Um grupo de avós russas que cozinhavam enquanto cantavam." Fast food russo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo12:31

      Nop. Comida de avó é comidinha caseira! lol

      Eliminar
  7. Anónimo10:11

    Como é possível que numa competição em que há um artista mundialmente conhecido, saía vencedor um cantor que não tem qualquer contrato e que nunca atuou em qualquer arena? Além disso, havia naquele ano um grupo de avós russas que cozinhavam enquanto cantavam! Será que isto faz sentido? E ficaram em segundo".
    Literalmente adormeci com a canção dele. O artista não faz a canção

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo12:32

      Exatamente o mesmo que pensei da canção vencedora em 2017! ;-)

      Eliminar
  8. Anónimo10:27

    Coitado do senhor...antes de ir à eurovisão não sabia nada do certame. Foi apanhado de surpresa pelo circo eurovisivo querem ver?
    E já agora quando o Reino Unido ganhou tb foi por razões políticas. É que esse argumento pode ser usado nos 2 sentidos.
    A parte melhor foi o avozinho achar que quem é mais conhecido e tens discos vendidos e contratos é que deve ganhar! Antiguidade é posto na cabeça dele...

    ResponderEliminar
  9. Anónimo11:46

    AI a ressabiadice do senhor! Deve ter antepassados Portugueses, de certeza certamente!

    ResponderEliminar
  10. Anónimo17:02

    este senhor é mundialmente conhecido?

    ResponderEliminar
  11. Anónimo19:17

    Claro que é ! Tens que idade!?!?

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top