A RFM lançou uma versão pimba de Amar Pelos Dois, canção com que Salvador Sobral venceu o Eurovision Song Contest 2017.


A rádio RFM lançou hoje uma versão pimba de Amar Pelos Dois, canção com que Salvador Sobral venceu o Festival da Eurovisão de 2017. Esta versão tem a mesma letra mas instrumental de um tema bem conhecido de Emanuel. Pode ouvir a nova roupagem de Amar Pelos Dois no vídeo em baixo.


 Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte e Imagem: RFM

12 comentário(s):

  1. Anónimo15:00

    A Dami IM começou a seguir o Salvador no instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo15:13

      AI que importante... @-)

      Eliminar
    2. Anónimo16:03

      15:13 PARA teres respondido parece que é... :-)

      Eliminar
    3. Anónimo16:21

      É importante, considerando que a Dami, para além de ser uma Senhora, muito educada, e apoiar várias causas sem necessidade de fazer epalhafato ou atrair atenção, é uma cantora com um talento enorme e natural!

      Eliminar
    4. Anónimo21:27

      AI ke bem justificado!

      Eliminar
    5. Anónimo03:20

      KE rexpoxta!

      Eliminar
    6. Anónimo03:20

      16:21 nem mais.

      Eliminar
  2. Anónimo16:39

    meu deus como se pode estragar uma musica!!!

    ResponderEliminar
  3. Anónimo18:27

    Deviamos era ter levado esta versão.

    Olegário

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:48

      és o olegário benquerença? dá me um autografo!!

      Eliminar
  4. Anónimo19:29

    Espero que para o FC 2018 a RTP convide tudo compositores populares e lhes peça para escreverem ou fado ou pimba

    ResponderEliminar
  5. Anónimo21:13

    Nada tem a ver com o artigo, mas gostava de deixar aqui a minha bênção ao Malato pelas palavras dele ontem. Não fui fã dos comentários dele na Eurovisão, mas tenho de o louvar e apreciar por aquilo que ele disse ontem no 5 para a meia-noite.
    Gostei muito da resposta dele à controvérsia de ele ter falado do Benfica na vitória do Salvador Sobral. Numa época em que as pessoas que fazem críticas são encaradas como haters e gozadas, em vez de se ouvir de facto as críticas e se verificar se elas têm alguma razão, perante a pergunta da Filomena ao Malato sobre esta controvérsia (em que ela puxava para se gozar com quem crítica, os haters), o Malato muito simplesmente pediu desculpa e explicou que ficou a sentir-se mal quando algumas pessoas lhe disseram que ele lhes tinha estragado a noite. Justificou-se, claro, e ainda assim pediu desculpa, com uma sinceridade que não parecia ser fingida e com uma excelente escolha de palavras.
    É a prova que, em resposta a críticas, é possível ao visado justificar-se e explicar-se e ao mesmo tempo perceber quem fez as críticas e pedir desculpas. Fiquei fã do Malato, que mostrou ser um grande senhor e profissional (e eu que até então não estava a gostar dele pela apreciação negativa que fiz dele enquanto comentador)

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top