O cantor italiano Francesco Gabbani esteve, recentemente, num programa matinal do principal canal alemão, tendo interpretado a versão acústica de "Occidentali's Karma", tema com o qual conquistou o sexto lugar no Festival Eurovisão 2017.

Com o intuito de promover o seu mais recente trabalho, Magellan, Francesco Gabbani, representante de Itália na última edição do Festival Eurovisão, esteve recentemente no programa matinal Morgenmagazin, transmitido pelo principal canal da emissora alemã ARD. "Estou feliz da forma como tudo correu! Para mim foi uma grande experiência, cheia de emoções e com uma grande oportunidade de partilha e de apresentar o meu trabalho a toda a Europa" afirmou o cantor italiano sobre a experiência em Kiev.

Abordado sobre o sexto lugar alcançado, depois de ser considerado o grande favorito à vitória, Francesco Gabbani desmarca-se dos resultados: "Houve quem olhasse muito para o lado competitivo. Eu pessoalmente não! A melhor coisa foi, sem dúvida, atuar naquela arena com o público" afirmou, garantindo que os ensaios foi o que demonstrou maior dificuldade, "Sem dúvida que os ensaios são o lado mais difícil da Eurovisão (...) são imensos e duros".

O sucesso da canção no Youtube, o significado da letra e os planos futuros para a sua carreira deram mote à restante conversa que culminou com a interpretação da versão acústica de "Occidentali's Karma". Aceda, de seguida, ao momento e recorde a atuação do cantor em Kiev:



Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: EurofestivalNews / Imagem: ARD /Vídeo: eurovision/ARD

15 comentário(s):

  1. Anónimo09:29

    Bravíssimo, Francesco!! (h) (h) (h)

    ResponderEliminar
  2. Anónimo10:40

    Cá está! A melhor postura até agora. Não anda cá com 'merecia ganhar', o vencedor tem problemas na cabeça, foi jogo sujo, etc. E ele merecia o top 3 sem dúvida.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo11:30

    Este gajo não canta nada. Por isso é que ficou em 6o.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo15:23

      Valia a pena ouvir isto antes de deitar postas de pescada para o ar...;-)https://youtu.be/sshnDSxKB9Y?list=PLCm4jRdnxpWacCNf7FiMBH5ouIWzq5MAA

      Eliminar
    2. Anónimo19:33

      Só comento neste site quando tenho uma opinião formada... é exatamente o contrário do que 80% das pessoas aqui fazem... Por isso, postas de pescada?? Só cozidas na panela. Cumprimentos meu/minha caro/a.

      Eliminar
    3. eu acho que ele canta bem :)

      Eliminar
  4. Anónimo14:43

    Está a saturar a canção!

    ResponderEliminar
  5. Anónimo15:22

    O novo album Magellan é genial, é muito original e nele podemos escutar os mais diversos registos, desde canções mais ligeiras e com o tom irónico de Occidentali´s Karma, às canções mais intimistas e emotivas como "Foglie al Gelo" ou "Spogliarmi". O Francesco não só é um artista talentoso e carismático, como tem demonstrado em toda a sua participação no ESC a sua humildade e carácter enquanto pessoa. Vale também a pena conhecer os seus trabalhos anteriores "Greitist Iz" e "Eternamente Ora", mas onde ele realmente se revela é nos concertos ao vivo em interpretações mágicas e mesmerizantes. Sem dúvida um artista que vale a pena acompanhar e que gostaria de ver em concerto aqui em Portugal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:33

      15:22 - Muito obrigado pelo seu comentário. Choca-me que a vitória de Portugal, que tanto nos alegrou, esteja a levar alguns a menosprezar todas as outras representações no ESC deste ano. O ESC só se valoriza com a presença de intérpretes que têm já uma carreira atrás de si, que possam, em espetáculos e atuações na televisão (como a que F, Gabanni fez na RAI logo no dia a seguir ao ESC), interpretar outras canções e não só aquela com que concorreram. Numa altura em que se parece ter adquirido uma atitude de superioridade pouco saudável, sabe bem ler um comentário tão bem escrito e informativo como o seu.

      Eliminar
    2. Estou a 100% de acordo... só ganhamos uma vez e já somos os melhores... é importante referir que quem venceu foi o Salvador, depois de uma grande maioria o ter chamado de pedinte, sem abrigo e drogado entre outros anátemas... mas agora os outros não prestam... quando ele falou na fast music... ele não retirava o mérito aos outros intérpretes... apenas chamou a atenção para a importância da essência musical... a mensagem para além da letra, do sentimento transmitido pela interpretação e da consistência do conjunto em conseguir transmitir ao ouvinte...
      Porque a música deve poder ser apreciada até de olhos fechados...
      Mas agora vejo muitos aqui a comportarem-se como os fãs fanáticos dos outros países que fizeram questão de após a vitória do nosso Salvador, irem a correr por dislikes nos vídeos dele e comentários dignos de acéfalos... mas pronto... é a realidade que temos... as fast opinions...!!!

      Eliminar
  6. Anónimo17:10

    O maior flop do ano. Ri-me tanto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:34

      Também eu hihihi

      Eliminar
    2. Anónimo16:12

      para ser considerado o maior flop do ano com um 6ºlugar (melhor classificação de Portugal ate 2017 lol) é porque devia ser mesmo um grande favorito.
      Não me ri nada da situação. Não me alegro com o desalento alheio e na verdade apesar de ficar mesmo mt contente com o resultado de Portugal, fiquei com pena do Francesco que merecia mais. Mas lá está..ele foi esmagado pelo favoritismo prematuro. Na recta final já não era o favorito incontestável e na hora "h" perdeu o folêgo.
      Ainda assim foi uma excelente participação. Isto para não referir que quer o Francesco quer a televisão italiana fizeram os mais rasgados elogios a Portugal.

      Eliminar
  7. Anónimo22:27

    Francesco Gabbani ainda irão ouvir falar muito neste nome...o erro dele foi ter retirado algumas frases da música porque tinha que dançar, cantar e dar espectáculo enquanto outros parados sem qualquer pico foi empurrado para a vitória pelas redes sociais.
    Eternamente ora, foglie ao gelo, amém, clandestino são grandes músicas...eu estarei à espera de ver o que o Salvador fará...entretanto a Chimia nuda bala, occidentallis Karma com mais de 122 milhões de visualizações...tenham respeito.

    ResponderEliminar
  8. Adorei esta versão... muito mais do que a original...
    A RTP bem que poderia convidar alguns dos participantes do ESC 2017 para alguns programas... demonstrando também fair play e dando a conhecer aos portugueses quem está por detrás das canções...
    E só para meter nojo se fosse eu, convidaria o Kristian também é o Salvador... para ele dizer então que ele é que merecia vencer...
    Para mim... o ESC 2017 foi: Salvador, Francesco, Artsvik, Blanche a Martina... e mais uns poucos...
    Fica aqui a sugestão...

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top