“É evidente que o Estado apoia" a realização do Festival Eurovisão da Canção 2018 em Portugal. Estas foram as palavras do ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, à margem de uma reunião em Bruxelas.


O ministro da Cultura comentou esta terça-feira, em Bruxelas, que a organização do Festival Eurovisão da Canção no próximo ano, em Portugal, “vai requerer a participação de muitas instâncias” e afirmou que “é evidente que o Estado apoia”. Em declarações aos jornalistas, citadas pelo jornal Observador, à margem de uma reunião de ministros da Cultura da União Europeia, Luís Filipe Castro Mendes não quis falar em verbas e eventuais reforços orçamentais com vista à celebração do festival em Portugal, em 2018, lembrando que “a organização do festival é da responsabilidade da RTP, e a RTP é uma empresa pública, 100% detida pelo Estado”. O ministro esclareceu que “ainda não está determinado” o local do evento e que também ainda “está a ser feita a estimativa dos custos a partir do caderno de encargos que a EBU apresentou”, pelo que só “a partir daí será então estruturada a realização do festival da Eurovisão em Portugal”. Afirmou também que é à RTP que compete apresentar um plano e orçamento para o evento.

Apesar da RTP ter anunciado, logo após a vitória no passado dia 13, que o festival Eurovisão 2018 seria realizado em Lisboa, algumas declarações de autarcas e outras entidades fizeram com que, a partir de então, os responsáveis usem de alguma prudência quando falam do local de realização desse evento em Portugal.


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: OBSERVADOR / Imagem: DINHEIRO VIVO 

11 comentário(s):

  1. Espero que seja mesmo em Lisboa.

    Ninguém quer ouvir "Eurovision 2018... live from SANTA MARIA DA FEIRA".... poupem-me! :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:40

      Desengana.te filho, como feirense, não haveria nada melhor na minha senão ouvir essas palavras. Mas tal como eu, para a maior parte da população nortenha quer a Eurovisão na Feira, lembrando que é a região com mais habitantes de Portugal, e que no estrangeiro é indiferente. Já agora , aconselho uma fogaça para aliviar os nervos dos pró-Lisboa

      Eliminar
    2. Anónimo01:15

      Tenho pena nortenho mas as Pessoas do Sul também tem voto na matéria e a primeira edição do Festival merece ser feita na nossa capital Lisboa!

      Se não gostas para o ano não vejas!

      Eliminar
    3. Anon 23:40,

      Estou muito curioso onde iam arranjar hóteis de qualidade em Santa Maria da Feira para mais de 20 mil visitantes? Isto sem contar com técnicos, artistas e suas comitivas... :p

      ...E é suposto durante a transmissão usarem algum tempo para promover o turismo na cidade de onde é transmitida... que raio de interesse turístico é que Santa Maria da Feira tem?? Vamos lá ser sinceros :-)

      Eliminar
    4. Anónimo10:58

      Ainda com essa de Santa Maria da Feira? Não chega já?

      Eliminar
    5. Anónimo14:19

      Por preferencia preferia SM Feira, é mais perto de Viseu, no entanto sejamos coerentes, Meo Arena é sem duvida por todos os motivos o melhor local. Até a Eurovisão disse logo.

      Eliminar
  2. Anónimo02:14

    O norte está com Lisboa!

    ResponderEliminar
  3. Anónimo08:57

    Eu não sou de Lisboa nem do Porto mas não tenho dúvidas que o ESC deve ser na capital.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo12:17

    na melhor das hipóteses, o ESC deve ser na MEO arena, em lisboa. isto é a minha opinião...

    ResponderEliminar
  5. Sou dos Açores e acho que, como é a primeira vez em Portugal, o festival deve ser na capital, um segundo poderá/deverá ser noutra cidade...

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top