Andrius Giržadas, chefe de delegação da Lituânia, criticou a organização do Festival Eurovisão 2017 devido a um conflito sobre a encenação do grupo Fusedmarc.

O chefe de delegação da emissora estatal da Lituânia no Festival Eurovisão, Andrius Giržadas, criticou a organização do certame deste ano, tendo revelado que os gráficos da atuação do grupo Fusedmarc foram criados pela LRT, depois de um conflito com a organização: "Haverá um visual totalmente diferente. Este ano, nós fizemos os gráficos aqui na Lituânia em cooperação com Deniss e Victoria. Fiquei um pouco preocupado que os organizadores do Festival Eurovisão não partilhem a nossa visão sobre a atuação".


De realçar que, desde 2012, os pacotes gráficos do Festival Eurovisão são criados pelo radiodifusor anfitrião. Contudo, em casos extremos, a União Europeia de Radiodifusão (EBU/UER) poderá permitir que uma emissora submeta os seus próprios gráficos, sendo que os mesmos terão de ser aprovados pela organização do certame.

Representada pelo grupo Fusedmarc e o tema "Rain of Revolution", a Lituânia é o 16.º país a atuar na segunda semifinal do Festival Eurovisão 2017, a 11 de maio:


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: Eurovoix / Imagem: LRT / Vídeo: eurovision.tv

1 comentário(s):

  1. A Suécia então é considerada um caso extremo ano sim, ano também.

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top