Portugal perdeu o título de 'país há mais tempo fora da Grande Final' enquanto a Finlândia fez história... mas pelos piores motivos. Conheça algumas das curiosidades da semifinal 1 do Festival Eurovisão 2017.


Com o apuramento de Salvador Sobral, Portugal deixou de ser o país fora da final há mais tempo. O título pertence agora à ARJ Macedónia, país que não compete na Grande Final do Festival Eurovisão desde 2012, mas que disputará o apuramento na semifinal 2 deste ano.


Também a Grécia e a Moldávia estão de regresso à Grande Final do Festival depois do afastamento de um e de três anos, respetivamente. Por outro lado, a República Checa e a Geórgia falharam o apuramento contrariamente ao que aconteceu em Estocolmo.

Com dois apuramentos consecutivos após seis eliminações, a Letónia também falhou o apuramento para a Grande Final. Também Montenegro e Eslovénia, países fora da Final desde 2015, falharam o apuramento esta noite.


Após ter conquistado apenas um apuramento entre 2005 e 2011, a Polónia conquistou o quarto apuramento consecutivo para a Grande Final depois da pausa de dois anos.

A Austrália e o Azerbaijão continuam imbatíveis: estes dois países não conhecem o sabor de serem eliminados na semifinal, tendo conquistado sempre o apuramento para a Grande Final. A Roménia poderá juntar-se ao grupo se conquistar o apuramento na semifinal 2.


Apesar de ser uma das favoritas da gala, a Finlândia fez história pelos piores motivos: o país nunca havia ficado de fora da Grande Final em três edições consecutivas. A pior série de resultados remontava a 2004 e 2005, anos em que o país falhou o apuramento, tendo-o conquistado apenas em 2006 quando se sagrou vencedor da edição.


A Islândia repete a sua pior série de resultados ficando de fora da Final do Festival Eurovisão pelo terceiro ano consecutivo. O país já havia ficado arredado da gala decisiva entre 2005 e 2007.

Em jeito geral, comparativamente com a Grande Final do Festival Eurovisão 2016 há três novos países apurados (Portugal, Grécia e Moldávia) enquanto três países estão já eliminados (Geórgia, República Checa e Letónia).

Os dois países a cantarem nas suas línguas nativas conquistaram o apuramento: Austrália e Portugal. 



Omar Naber, representante da Eslovénia, falhou, pela segunda vez o apuramento para a Grande Final do Festival Eurovisão em Kiev. O cantor já havia representado o país em 2005, terminando em 12.º lugar.

Por outro lado, os Sunstroke Project voltaram a colocar a Moldávia na Grande Final. O grupo representou o país em 2010, com Olia Tira, protagonizando um dos momentos mais virais da história do concurso: o Epic Sax Guy.




Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: ESCPortugal/ Imagem/Vídeo: Eurovision.tv

7 comentário(s):

  1. Para mim esta semifinal têm melhores músicas (e mais memoráveis) que a segunda semifinal.
    Tenho pena de não voltar a ver a Finlândia e a Letónia na final.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo20:43

      Eu estou completamente de desacordo. Holanda,Hungria,Bulgária,Estónia,Áustria, ou seja os meus favoritos, estão todos na Semi 2

      Eliminar
    2. Anónimo20:52

      sem dúvida... achei a noite passada um pouco sem sal, mas já previa isso, pois estão na sf2 os meus favoritos... só tenho pena, tal como tu, de não ver nem a Finlândia nem a Letónia na final, pois eram dos poucos por quem torcia ontem

      Eliminar
  2. Uma frase que eu vi e achei importante... dois países que falaram a sua própria língua, Portugal e Austrália. Já vi varias vezes dizerem que Portugal foi a única que cantou na sua língua(inclusive na rtp)...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que a RTP disse foi que Portugal foi o único que não cantou em inglês. Não disse que foi o único a cantar em língua nativa...

      Eliminar
  3. Só tenho pena de não ter visto os Viva la Diva na semi final..... ai esqueci-me, estes não vão ao ESC...

    ResponderEliminar
  4. Anónimo04:44

    Desde 2004, Portugal falhou ao todo 8 apuramentos e conquistou 4.Há algum país com piores resultados? Temos 33,33% de apuramentos. Holanda, Andorra, São Marino, Monaco,Montenegro,Chéquia têm pior percentagem?
    Portugal esteve afastado da final entre 2011 e 2016, mas não participou em 2013 e 2016. Temos uma sequência simétrica: 4 afastamentos - 3 qualificações - 4 afastamentos - ? qualificação(ões). Espero pelo menos mais duas qualificações seguidas (2018-19). Força Salvador. Boa sorte, Portugal.

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top