ESC2017: Excertos das atuações dos BIG5 serão transmitidas durante as semifinais


Tal como aconteceu no ano passado, as semifinais do Festival Eurovisão 2017 apenas transmitirão um excerto das atuações dos países automaticamente finalistas.

A União Europeia de Radiodifusão (EBU/UER) confirmou, esta tarde, que as atuações dos países automaticamente apurados para a Grande Final voltarão a ser transmitidas durante as semifinais do Festival Eurovisão. Tal como no ano passado, este ano apenas serão revelados excertos de 1 minuto durante as semifinais.

Espanha, Itália e Reino Unido participaram, esta tarde, no primeiro ensaio geral da semifinal 1 do Festival Eurovisão 2017, não tendo sido revelado se será esta a atuação a ser transmitida durante o direto de amanhã ou se os três países voltarão a subir ao palco durante o jury rehearsal desta noite.

Aceda, de seguida, aos ensaios de Espanha, Itália e Reino Unido esta tarde:






Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: Eurovision-Spain / Imagem: Eurovision.tv/Vídeo: Eurovisionary

4 comentários:

  1. Anónimo20:53

    Apenas em desacordo com a existência de um Big5. Custa ver tanto fundo europeu ao desbarato, e depois verificar a necessidade de ocorrer investimento directo dos radiodifusores. Ao cometer-se este erro claro que considero normal que os maiores contribuintes necessitem garantir a presença na final, mas que o equilibrio de base fica enquinado fica.

    ResponderEliminar
  2. Os big five só se prejudicam. Só actuam na final. Logo só se ouve a musica uma vez. Ganha sempre quem vem das semi.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo22:11

    Para mim, o formato deveria ser um bocado diferente.
    Passavam diretamente à final o vencedor do ano anterior, 2 dos Big 5 (o com melhor resultado no ano anterior e outro com melhores resultados durante 5 anos) e o país com melhores resultados também durante os tais 5 anos (por exemplo, pegavam nos resultados dos anos anteriores, contavam 30%, 25%, 20%, 15% e 10% às músicas do ano anterior, do ano antes desse e assim sucessivamente. No ano a seguir, esse país não teria o mesmo privilégio.)
    Os restantes 3 dos Big5 teriam que ir para a semifinal.

    Havia duas semifinais nas quais passavam o top 10, como é normal, e o país com melhor resultado ou no juri ou no televoto e fazia-se assim os 26 (que acho que é um número razoável)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo11:49

      Para mim como em qualquer concurso têm de estar todos sobre as mesmas regras. Sendo este um projecto europeu, que vive, mantém e protege os valores europeus, tinha de ser suportada pela união europeia, o mesmo que dizer que todos os paises contribuíam à sua escala económica sem necessidade de rótulos feios ou favores.

      Eliminar