A emissora noruega NRK anunciou que a EBU/UER rejeitou o pedido para que JOWST voltasse a atuar no jury rehearsal devido aos problemas técnicos da atuação.

A emissora estatal noruega NRK anunciou, esta manhã, que o chefe de delegação do país lançou um pedido à União Europeia de Radiodifusão (EBU/UER) para que a Noruega voltasse a atuar no jury rehearsal da noite passada devido a problemas técnicos decorridos na atuação de JOWST. Segundo o chefe de delegação, a máscara de luzes do cantor norueguês não acendeu, mas a EBU/UER rejeitou o pedido da delegação.

"O pedido à EBU/UER foi rejeitado, mas foi garantido que o júri foi informado que a máscara deveria ter acendido. Agora vamos descansar com o sentimento de missão cumprida" revelou o chefe de delegação, revelando que o primeiro ensaio geral da Noruega também teve problemas técnicos: Aleksander Walmann alegou grandes dificuldades em conseguir ouvir o retorno da canção no auricular.

Contudo, esse não foi o único problema técnico no ensaio de ontem que serviu para avaliação dos jurados: a transmissão começou atrasada devido a uma problema com uma grua na arena e houve problemas técnicos aquando do anúncio dos falsos finalistas.

A Noruega é representada em Kiev por JOWST e o tema "Grab the moment", sendo o 12.º país a subir ao palco na segunda semifinal do Festival Eurovisão 2017. Aceda, de seguida, ao video oficial da candidatura:



Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: eurovoix / Imagem/Vídeo: Eurovision.tv

2 comentário(s):

  1. Anónimo22:53

    E assim começam os comentários anti-escandinavos ... imagina se o Salvador tivesse tido problemas semelhantes, porque, vamos imaginar as calças caíram lol ... qual seria a nossa reação à eventual rejeição da EBU para uma segunda oportunidade de ensaio?

    ResponderEliminar
  2. Anónimo04:20

    Acho que as luzes da mascara iam melhorar a música e letra..... mais circo.......

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top