Em entrevista ao programa "Alta Definição", da SIC, a compositora do tema que venceu a edição deste ano do festival da Eurovisão recordou alguns momentos da sua infância ao lado do irmão Salvador Sobral, momentos estes que nem sempre foram fáceis.


Luísa Sobral foi a protagonista do programa de entrevistas apresentado por Daniel Oliveira. No "Alta Definição" exibido este sábado na SIC, a cantora de 29 anos recordou alguns episódios da sua infância e revelou que nem sempre teve uma relação pacífica com o irmão, Salvador Sobral.

"Quando o meu irmão nasceu foi o pior momento da minha vida. As minhas fotografias com ele são todas a abraçá-lo mas como se eu o quisesse matar. Uma vez dei-lhe um murro no nariz e ele ficou a deitar sangue. Eu bati-lhe muito mais do que ele a mim", confidenciou.

Durante a sua infância, Luísa Sobral contou que passou por alguns problemas ligados ao excesso de peso. "Ser gordinha foi um bocado crítico, mais tarde, na adolescência. Quando percebi que o meu pai estava tão envolvido nisso acabei por mudar. Quis deixar de comer, perdi muito peso. Fui à psicóloga, ela foi tão bruta, e mudei", revelou. "Era gordinha e faltava-me um bocadinho dos dentes da frente porque o meu irmão os partiu", acrescentou, bem-disposta.

Atualmente a relação entre os dois é pacífica e a artista não se inibe de elogiar o irmão. "Ele sabe ver o lado bom da vida. Ele é dotado. Ele consegue superar as coisas todas e continuar a viver a vida", contou.

Ainda em entrevista ao Daniel Oliveira, Luísa Sobral recordou o momento em que ela e o irmão foram recebidos por milhares de portugueses no aeroporto Humberto Delgado, depois de conquistarem o primeiro lugar no certame europeu. "As pessoas estavam a gritar Portugal como se nós fossemos os heróis", rememorou.

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte/Imagem: JN

3 comentário(s):

  1. Anónimo18:20

    Não vos consigo perceber. São um site que apresentam os artigos de forma tão "soft" de modo a não ofender ninguém nem causar polémicas desnecessárias e agora vejo o título "quando o meu irmão nasceu foi o pior momento da minha vida". O que vão pensar as pessoas que nem vão abrir o artigo? Coitada da Luísa, ela não disse aquilo nesse sentido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:23

      Pensei exactamente no mesmo, é um título um pouco sensacionalista

      Eliminar
  2. Anónimo21:06

    Mais valia colocarem no título a última frase da notícia

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top