Salvador Sobral e Manel Navarro estiveram no 5 Para a Meia Noite da RTP1.


Salvador Sobral e Manel Navarro estiveram hoje no programa 5 Para a Meia Noite, transmitido pela RTP1. Salvador Sobral foi o primeiro a ser chamado por Filomena Cautela, tendo falado principalmente da exposição da sua vida feita pelas revistas cor-de-rosa. Pouco depois, a eles juntou-se Manel Navarro, representante de Espanha no Festival da Eurovisão 2017. A apresentadora falou sobre a polémica vitória no Objetivo Eurovisión e perguntou ao representante espanhol o que conhecia do nosso país. 

Filomena Cautela anunciou ainda que será a porta-voz de Portugal, e portanto entregará os pontos do júri português na grande final da Eurovisão 2017 (AQUI). A RTP vai também transmitir um concerto de Salvador Sobral na próxima quinta-feira.



Pode ver o programa completo AQUI.

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: RTP; ESCPortugal/ Imagem: RTP / Vídeo: RTP

9 comentário(s):

  1. Anónimo00:30

    Muito bom mesmo. Salvador igual a si próprio, e o Manelito com melhor sorte com a apresentadora que lhe calhou desta vez. boa interpretação do bacalhau do Quim. hahahah

    ResponderEliminar
  2. Anónimo01:13

    Neste preciso momento estão os dois numa Jam Session em Lisboa! Vejam no insta do Manel

    ResponderEliminar
  3. O Salvador quer deixar uma mensagem política para a Europa durante o directo (em Kiev). Algo sobre a temática dos refugiados, diz ele.

    Acho a intenção boa, mas não terá tempo para isso depois de cantar.

    (A Filomena implorava-lhe para só falar depois das votações, ahahahahha)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo02:44

      Wth??? por favor Salvador, não faças isso!

      Eliminar
    2. Anónimo02:47

      É assim que se tem de ser, quão informalmente podia ter sido a sua canção a 28 de abril

      Eliminar
    3. Anónimo09:31

      Talvez Salvador Sobral se devesse informar melhor sobre o movimento de refugiados. Vêm muitos em situação desesperada, que devem evidentemente ser ajudados; mas vem também quem se aproveite da solidariedade e depois pague com assaltos e violações. Na Áustria e na Alemanha, por exemplo, há histórias bem lamentáveis. Tratando-se de um festival de canções, se desejava veicular uma mensagem de apoio ou denúncia de situações injustas, talvez o devesse fazer na letra, em vez de "ouve as minhas preces, peço-te que regresses"...

      Eliminar
    4. Anónimo09:40

      Política FORA da Eurovisão

      Eliminar
    5. Anónimo12:39

      Ele que esqueça as politiquices...

      Eliminar
  4. Anónimo12:17

    Política OUT do ESC. E eu sou grande fã do Salvador.

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top