O vídeo oficial do representante da RTP no Festival Eurovisão 20171 atingiu esta noite a marca de 1 milhão de visualizações. Um feito para Salvador Sobral, mais um dado a demonstrar a popularidade da canção "Amar pelos dois".

O vídeo oficial do representante da RTP e de Portugal, Salvador Sobral, no Festival Eurovisão da Canção 2017 atingiu a marca de 1 milhão de visualizações.

Não obstante existirem outros vídeos disponibilizados no youtube, nomeadamente os videos publicados pela RTP, referimo-nos ao vídeo carregado pela organização e pelo site oficial do evento. Este dado é ainda mais notável, se considerarmos o histórico de visualizações das participações da RTP na Eurovisão, que não costumam reunir tanta popularidade.

Para além do número de visualizações do vídeo, destaca--se também o número de gostos e de não gostos: o fosso é cada vez maior, com mais de 17.000 "likes" e 2500 "deslikes".


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte e vídeo: YOUTUBE, ESCPORTUGAL / Imagem: GOOGLE

15 comentário(s):

  1. Anónimo12:14

    Entretanto, e isto o ESC Portugal devia ter em atenção como indicadores de excelente recetividade imediata à canção, este vídeo tem um dos melhores racio:

    1) likes/visualizações;
    2) comentários/visualizações.

    O grau de apego não se mostra pelo número de visualizações mas sim pela vontade de clicar um like e de comentar. O que adianta ter 100 milhões de visualizações (contabilizando todas as que vêm de um mesmo IP) se depois as pessoas pouco se manifestam?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O nosso vídeo tem um problema no que toca aos comentários. Há um grupinho pequeno de users que (e eu sei que a intenção é boa, fazem questão de responder a todos os estrangeiros que lá vão deixar um elogio) transformaram a caixa de comentários num chat. Estão lá todos os dias, a todas as horas, a escrever.

      E isso também desvirtua o número de comentários.

      Eliminar
    2. Também já reparei lacrymea, são completamente obcecados, parece que passam lá o dia inteiro

      Eliminar
    3. J.O. - A mim já me tirou a pica de ir ler novos comentários. Ficam perdidos no meio de tanto spam.

      Eliminar
    4. Anónimo14:32

      Sem dúvida. E Realmente o Salvador tem razão, existe um certo jornalismo em Portugal que aproveita uma palavra e distorce completamente. A polémica de hoje em torno da Bissexualidade é absolutamente patética, ainda mais patético é dizerem que está a fazer uma de Conchita para vencer.

      A sério. Infelizmente o jornalismo enveredou por um caminho de fazer tablóides apenas só porque sim, e quando um jornal que já foi sério como o JN também o faz é muito triste.

      Ass: The Calm after The Storm

      Eliminar
    5. Anónimo17:26

      Volto a dizer que por cada IP apenas conta uma vizualizacao independentemente das visualizacoes que fizer

      Eliminar
    6. Shevek17:42

      Também deixei de ler os comentários, devido a tanta resposta bem intencionada.

      Eliminar
    7. Shevek17:44

      O jornalismo atual é o que é, infelizmente. O Salvador vai acabar por aprender a ter muito mais cuidado antes de falar; perder-se-á a sua espontaneidade, mas a realidade é assim.

      Eliminar
    8. Anónimo20:31

      The way the YouTube algorithm calculates views can never be completely transparent, but here are the most important things we do know for a fact:

      YouTube counts a view after a person has watched a video for over 30 seconds.
      Your video will freeze at 300 views, so that the algorithm can establish whether the views are real or not.
      This is done because there are many people on YouTube who buy views, which are then deleted. If they try to do it again, they channels are often deleted and they are banned from YouTube.

      Eliminar
  2. Anónimo12:19

    Vamos lá a ver se a agente do Salvador lhe diz o mais básico: NUNCA manifestar-se politicamente, muito menos na Eurovisão. E se quer ser um cantor de intervenção, que abandone o jazz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não te metas na vida do rapaz, ele faz o que quer, não vais ser tu nem outros pseudo especialistas a dizerem o que ele tem de fazer

      Eliminar
    2. Anónimo13:02

      Começar uma carreira com posições políticas, péssima estratégia. Vai ficar marcado para o futuro. Quer ser cantor de intervenção? Pois força, mas depois aguente as consequências. Bom, pelo menos depois será contratado pela Festa do Avante. Já não é mau.

      Eliminar
    3. Anónimo13:18

      Tudo depende da referência e da subtileza com a qual fazes. Os Deolinda sempre o fizeram, e deram-se muito bem com isso, tanto em mercado nacional como internacional.

      Ass: The Calm after The Storm

      Eliminar
    4. Anónimo14:55

      Penso que o Salvador apenas pretenda usar os segundos onde toda a gente diz Thank you Europe... We love you para transmitir algo mais importante... é legítimo da parte dele.

      Eliminar
    5. Anónimo18:35

      Acho que não se trata de transmitir algo ou não. Trata-se de talvez desvirtuar a canção que para muitos será ouvida pela primeira vez e sem perceberem no imediato a letra vão pensar que se trata de algo sobre os refugiados, independentemente da intro feita por cada estação televisiva. Pode também ser interpretado tal e qual como num concurso de misses, soar a falso e pretensioso. Muita gente não gosta de ouvir as verdades e acham que aquele não é o local certo para serem ditas. E pronto, acho que é isto.

      Eliminar

Temas em Destaque

 
Top