Lena D'Água e Salvador Sobral estiveram à conversa com a Notícias Magazine e falaram da primeira vez que se conheceram, do Festival da Canção e de muitas outras memórias. 


Salvador Sobral e Lena D'Água foram convidados pela Notícias Magazine para uma entrevista sobre os seus percursos, a fama e o reviver de memórias. Revelaram que se conheceram, pela primeira vez, em 2015, no Festival Folio, em Óbidos. Na altura, foram ambos aos camarins cumprimentar António Zambujo depois de um concerto dele.

Voltatam a reencontrar-se dois anos depois, em 2017, no Festival da Canção. "Soube da participação da Lena por um amigo comum que estava a trabalhar, com o Benjamim, na canção do Pedro Silva Martins. Ouvi a tua música, foi na verdade a única que ouvi. Curto a voz da Lena", revelou Salvador Sobral. Lena D'Água por sua vez afirmou que "depois do nosso encontro no Folio, fui à procura do Salvador Sobral no YouTube. Quando ouvi aquela voz e aquela sonoridade, que me leva até à minha família do jazz fiquei admirada e surpreendida. Até lhe mandei uma mensagem a dizer que um dia gostaria de cantar com ele".

Em tom de brincadeira revelam que se apaixonam muito facilmente, afinal são cantores. Salvador Sobral disse ainda que "sabem, tenho alguma curiosidade pela bissexualidade. É uma forma de amor que nem sequer olha a sexos. É o máximo do amor. Nunca consegui amar um homem. Já amaste uma mulher?". Ao que Lena D'Água respondeu "não, por acaso não. A Elis não conta, acho eu".

Em relação ao Festival da Canção, Salavdor Sobral disse que o seu primeiro instinto foi rejeitar o convite da irmã. "Quando a Luísa telefonou, a minha primeira reação foi dizer não, nem pensar. Mais programas de televisão, não. Fiquei traumatizado com o Ídolos. Mas quando me disse que também participavam músicos como o Samuel Úria ou o Pedro Silva Martins deixou-me a ponderar. Por fim, mandou-me a música. Bem, achei-a lindíssima, não dava para dizer não", revelou. Já Lena D'Água nunca teve dúvidas: "perante o convite do Pedro Silva Martins, não hesitei. O Pedro é o Pedro. Fez logo três canções, uma delas muito na onda da tua, Salvador. Linda. Acabámos por escolher uma das outras duas para o festival".

Sobre a sua participação em Kiev, o vencedor do Festival da Canção afirmou não estar preocupado com o resultado que alcançar. "Só quero cantar bem e passar emoção às pessoas. (...) Se se ganhar dinheiro não me importo de ganhar [risos]. A minha canção nada tem a ver com aquilo, portanto é muito provável que não ganhe. Ou então não, como agora vale o que é diferente, talvez tenha hipótese. Se ganhou uma miúda com barba, por que não ganhar agora um gajo que leva uma canção meio jazz meio bossa".  

Pode ler a entrevista completa AQUI

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte, Imagem e Vídeo: Notícias Magazine

8 comentário(s):

  1. Anónimo20:53

    "se ganhou uma miuda com barba"

    Frase altamente discriminativa e desrespeitosa.

    Mesmo assim, boa sorte em Kiev e tudo de melhor pessoal e profissionalmente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:28

      Penso q quando ele disse isso foi num tom de brincadeira,assim para o desleixado, até porque ele disse numa entrevista q tinha interesses bissexuais.Portanto penso q ele não o disse num tom discriminatório.Pode confirmar a entrevista aqui: http://www.impala.pt/famosos/salvador-sobral-tenho-alguma-curiosidade-pela-bissexualidade/

      Eliminar
    2. Anónimo22:44

      e a porcaria continua. conforme ganhou uma "miuda com barba", poderia ter ganho um casal hetero ou homo (creio ter havido um rapaz e rapariga que namoravam no esc 2015), ou até no futuro poderá ganhar uma rapariga de cadeira de rodas (refiro me à Julia russa). Somos todos iguais independemente de termos uma perna a menos, ou de gostarmos de homens ou mulheres quer seja o nosso sexo

      Eliminar
    3. Anónimo01:42

      Onde está a discriminação e o desrespeito exatamente? Pode dizer-se "bearded woman" em inglês mas não em português porquê?

      Eliminar
    4. Anónimo07:49

      Mas por que razão dizer-se "bearded woman" é mais ou é menos respeitoso? Não ganhou uma miúda/"a woman" e quem criou a figura nunca se definiu como "miúda"/"woman". Tal como diz o anónimo das 20:53, a frase é infeliz, tal como infeliz é usar "aquilo" para se referir ao ESC, onde parece obrigado a participar. Também lhe desejo felicidades; gostaria de desejar-lhe mais humildade e profissionalismo, mas já não se vai a tempo.

      Eliminar
    5. Anónimo das 20:5313:00

      Nem mais, anónimo das 7:49, nem mais. Felizmente ainda há quem tenha bom senso.

      Eliminar
  2. Anónimo22:06

    https://www.youtube.com/watch?v=8Vqv5rDyOYc, ouçam e arrepiem-se...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não gostando da interpretação da Suzy (a voz dela não se apropria ao tema), foi bonito o gesto. Mas a parte que mais me arrepiou foi ver o público espanhol a cantar a letra do princípio ao fim. Lindo!

      Eliminar

Temas em Destaque

 
Top