O Coliseu dos Recreios, em Lisboa, recebeu, a 5 de março, a Grande Final do Festival da Canção 2017. Um mês depois da competição, por onde andam os 16 participantes no concurso?

Dezasseis candidaturas disputaram, este ano, o direito de representar Portugal no Festival Eurovisão 2017. Divididos em duas semifinais, apenas oito conquistaram o apuramento para a Grande Final do Festival da Canção 2017, realizada há precisamente um mês. O ESCPortugal pôs mãos à obra e mostra-lhe o que andaram os cantores a fazer durante este mês e os projetos para os próximos tempos. 

Márcia
Em defesa de 'Agora', canção de sua autoria, Márcia foi a responsável pela abertura das hostilidades do Festival da Canção 2017. Um mês depois do concurso, a cantora prepara-se para uma série de concertos, destacando-se o espectáculo de 20 de Abril no Teatro Tivoli BBVA, em Lisboa. Felgueiras e Ponte de Lima são os locais seguintes, com concertos marcados para 30 de abril e 6 de maio, respetivamente. Márcia publicou também o videoclip oficial de 'Agora'.


Golden Slumbers
Escolhidas por Samuel Úria, as Golden Slumbers estrearam-se no Festival da Canção com 'Para Perto', canção que ficou a apenas um ponto do apuramento para a Grande Final. No entanto, as irmãs Catarina e Margarida Falcão preparam-se para um concerto no pequeno auditório do Centro Cultural de Belém, a 6 de maio, espetáculo que marcará o "encerramento de um ciclo" e que contará com muitas surpresas. Outros foram realizados entretanto, tal como o ESCPORTUGAL tem anunciado na nossa AGENDA.


Fernando Daniel
Depois de perto de uma dezena de concertos no Norte de Portugal e na Suíça, o vencedor da última edição do The Voice Portugal aproveitou os últimos dias para umas pequenas férias com a família no Luxemburgo. Regressado a Portugal, o intérprete de 'Poema a Dois' está de regresso a estúdio, sendo esperadas mais novidades para os próximos dias. Um novo concerto está agendado para o próximo fim-de-semana.


Deolinda Kinzimba
A escolha de Rita Redshoes e de Senhor Vulcão para dar voz a 'O que eu vi nos meus sonhos', Deolinda Kinzimba, esteve recentemente no Pavilhão Rosa Mota, no Porto, no 31.º aniversário da Rádio Festival. Além disso, a cantora marcou presença num desfile de moda em Lisboa, mais propriamente no Telheiras Forum.



Rui Drumond
Representante de Portugal no Festival Eurovisão 2005, Rui Drumond estreou-se, este ano, no Festival da Canção com 'O Teu Melhor', de Héber Marques. Depois da participação na primeira semifinal do concurso, o cantor atuou nos Duetos da Sé, em Lisboa, e no Mercado da Ribeira, no Porto, bem como pelo Casino da Figueira, na Figueira da Foz.


Lisa Garden
Apesar de ter falhado o apuramento para a Grande Final, a estreante Lisa Garden foi uma das candidatas mais votadas pelo público na primeira semifinal do Festival da Canção. Depois da experiência festivaleira, a cantora tem estado em estúdio a preparar o seu primeiro álbum em conjunto com Siraiva, compositor de 'Without You'.


Salvador Sobral
Vencedor do Festival da Canção, Salvador Sobral vive, em vésperas eurovisivas, o auge da sua carreira enquanto intérprete e compositor. Com o álbum Excuse Me no topo de vendas nacionais (um ano depois do seu lançamento), a agenda do cantor tem duplicado nos últimos tempos: até ao momento já atuou em Évora e Olhão, estando agendados concertos para as principais salas do nosso país (recorde AQUI). De realçar que o cantor já fez anunciar que não participará em nenhuma festa ou concerto pré-eurovisivo.


Viva La Diva
Criado para o Festival da Canção, o grupo Viva La Diva, composto por Kika Cardoso, João Paulo Ferreira e Luis Peças, venceu o televoto do concurso nas duas galas em que participou. Depois do evento, apesar de não ter sido anunciado nenhum concerto do grupo, o mesmo prometeu novidades em breve... Por sua vez, a título individual, Kika Cardoso gravou um dueto com Darko e estará, brevemente, num programa da SIC. Por outro lado, os contratenores Luís Peças e João Paulo Ferreira vão voltar a atuar diariamente, a partir deste mês de abril, na Sala do Capítulo, no Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça (AQUI).


David Gomes
O jovem vencedor do Uma Canção Para Ti estreou-se, este ano, no Festival da Canção pelas mãos de Toli César Machado. Depois da experiência com 'My Paradise', David Gomes está totalmente dedicado aos estudos, conforme o mesmo revelou na 'A Tarde É Sua', confessando que os mesmos ficaram prejudicados com alguns projetos anteriores. Contudo, revelou novidades para as próximas semanas.



Lena d'Água
Sétima classificada no Festival da Canção, Lena d'Água esteve, recentemente, em Serpa, onde apresentou o seu livro 'José Águas - O Meu Pai Héroi'. Além disso, a intérprete de 'Nunca me Fui Embora' está a gravar novos temas com Pedro Silva Martins e esteve numa parceria com Salvador Sobral, cujo resultado será revelado nas próximas semanas (AQUI).


Pedro Gonçalves
O único intérprete de uma canção em inglês na Grande Final do Festival da Canção, Pedro Gonçalves, tem estado muito ativo nas redes sociais, com o lançamento de vários covers: 'Não Fui Eu', de David Carreira, conta com mais de 110 mil visitas em menos de uma semana. Além disso, o cantor prepara-se para a gravação do videoclip de 'Don't Walk Away', como pode recordar AQUI.


Beea
Beatriz Felício, cantora que entrou no Festival da Canção com o nome artístico Beea, continua a atuar em casas de fado, estando agendado concertos no Coração da Sé para os próximos dias 8 e 15 de abril. Além disso, a jovem cantora esteve presente, recentemente, na II Gala da OGAE Portugal.


Celina da Piedade
Depois do terceiro lugar no Festival da Canção, Celina da Piedade continua dedicada aos seus projetos a solo mas também com o grupo Tais Quais. Em promoção dos concertos em Coimbra e Porto, o grupo esteve no programa Você na TV, onde o Festival da Canção foi abordado, sendo que a 15 de abril, os Tais Quais atuarão em Beja, no Pax Julia. Recorde-se que Celina realizou e publicou o videoclip de "Primavera".


Helena Kendall
Escolhida por João Só para defender a sua composição no Festival da Canção 2017, 'Andamos no Céu', Helena Kendall esteve, no final de março, em concerto, integrada no grupo Os Kendall, no Auditório Ilídio Pinho, numa gala de solidariedade.



Jorge Benvinda
Jorge Benvinda conquistou o quarto lugar no Festival da Canção 2017 com 'Gente Bestial', canção composta por Nuno Figueiredo, cantor com o qual forma o grupo Virgem Suta. Depois da participação em diversos programas de televisão e rádio em promoção à tournée, o grupo atuou no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, e em Moura, estando também agendados concertos para Portalegre (8 de abril), Porto (13 de Abril), Quinta do Conde (24 de Abril) e Ílhavo (13 de maio). Recentemente, publicou o lyrics video de "Gente Bestial".


Inês Sousa
Inês Sousa, intérprete escolhida por Noiserv para a defesa de 'Se o Tempo Não Falasse', continua dedicada ao projeto Julie & The Carjackers, bem como a dar aulas de canto. Além disso, a cantora esta a trabalhar num novo projeto de raíz, sendo esperadas novidades para as próximas semanas. 



Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL / Imagem: ESCPOrtugal / Vídeo: RTP

4 comentário(s):

  1. Anónimo01:33

    Ora aí está: se alguém tinha dúvidas sobre a falta de promoção eurovisiva do Salvador, ele grava um dueto com... a Lena d'Água. Sinceramente, eu já n peço q ganhem, embora sempre tenha sonhado com isso. Sei q n há interesse da RTP nem do próprio Governo nisso, pq há muitas despensas envolvidas sem garantia de retorno.
    Mas custa-me saber que o Salvador só não aspira a mais altos voos porque ele, a Luisa e a RTP n querem. Ele podia ser o cobtraponto naive e jazzístico à exuberância pop do italiano Francesco e levarem a disputa até ao fim. Podiamos aspirar à vitória, até a um top3. No final, acabamos a meio da tabela...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo11:30

      Concordo plenamente! Desperdiçamos tanto... NUNCA vamos ganhar, tenho 18 e nem quando morrer vou ver Portugal a ganhar. E não venham com conversas a dizer que esses concertos não ajudam em nada, porque é mentira. A qualidade pode ser má, mas concertos geram entrevistas e entrevistas geram partilhas. O Salvador ao não participar em nenhum endento está a criar uma distância entre os fãs, ficando os outros países em vantagem.

      Eliminar
    2. Anónimo17:37

      De acordo com ambos! Se os concertos de nada valessem, não haveria, ano após ano, cada vez mais intérpretes a participar. Quem neles toma parte não cai de paraquedas no palco e levanta voo logo a seguir: estabelece contactos, é entrevistado, fomenta empatia com outros participantes, jornalistas e público. Dir-se-á que a alguns a presença nesses eventos não trará benefícios na tabela classificativa. Com certeza que, se estiverem presentes 30, não vão ficar os 30 no TOP 5. O que lhe poderia trazer de negativo participar num desses concertos? Ao menos que pense, isso sim, que chegar a Kiev com uma atitude de não se interessar pelo ESC - como se depreende dalgumas entrevistas - não lhe trará nada de bom. E que perceba que está a representar um país (teoricamente uma estação de televisão, mas na prática um país). E que se consciencialize que não foi, decerto, obrigado a concorrer. Muitas vezes se critica a votação (a própria existência) dos júris; posso enganar-me (oxalá que sim), mas estou em crer que a maior parte dos pontos que obtiver virão dos júris...

      Eliminar
    3. Anónimo18:57

      Vocês sabem muito bem que o Salvador ainda está a recuperar da sua última cirurgia e, como tal, não pode andar a viajar de um lado para o outro, arriscando-se a piorar o seu estado de saúde. Prefiro tê-lo a 100% em Kiev e sem participações nas festas eurovisivas, do que com problemas vocais, mas com presenças em todo o lado. Se vem se lembram, a Suzy foi a tudo o que eram festas e, mesmo assim, não valeu de nada... O que interessa é o que vai acontecer no palco da Eurovisão e é aí que as pessoas irão decidir se vale a pena gastar uns trocos para votar na nossa música...

      Eliminar

Temas em Destaque

 
Top