A OGAE Croácia revelou, esta manhã, as preferências dos seus associados. Itália continua a destacar-se ao receber a 8.ª pontuação máxima em 10 votações, enquanto que a Islândia recebeu a primeira pontuação.

A OGAE Croácia revelou, esta manhã, a sua votação para a Big Poll da OGAE Internacional, sendo a 10.ª associação a anunciar as preferências dos seus associados. Itália voltou a receber a pontuação máxima, destacando-se na tabela classificativa com uma vantagem de 30 pontos sobre a Bélgica, segunda classificada. A Islândia recebeu a primeira pontuação (2 pontos), enquanto que Portugal ficou sem qualquer pontuação mas manteve a 10.ª posição com 14 pontos.

OGAE Croácia
12pts Itália
10 pts Bélgica
8 pts Estónia
7 pts Suécia
6 pts França
5 pts Finlândia
4 pts ARJ Macedónia
3 pts Israel
2 pts Islândia
1 pt Austrália



Classificação Total (10 de 45 associações)
1.º Itália - 115 pontos
2.º Bélgica - 85 pontos
3.º Suécia - 73 pontos
4.º Estónia - 63 pontos
5.º França - 62 pontos
6.º Israel - 29 pontos
7.º ARJ Macedónia - 23 pontos
8.º Suíça - 20 pontos
9.º Hungria - 15 pontos
10.º Portugal - 14 pontos
11.º Finlândia - 11 pontos
12.º Roménia - 11 pontos
13.º Dinamarca - 10 pontos
14.º Bulgária - 10 pontos
15.º Bielorrússia - 10 pontos
16.º Áustria  - 6 pontos
17.º Chipre - 6 pontos
18.º Croácia - 6 pontos
19.º Azerbaijão - 4 pontos
22.º Islândia - 2 pontos
21.º Montenegro - 2 pontos
23.º Arménia - 1 ponto
24.º Austrália - 1 ponto
25.º Reino Unido - 1 ponto

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: OGAE International/Imagem: GOOGLE / Vídeo: YOUTUBE

12 comentário(s):

  1. Anónimo15:39

    Fico feliz que apesar de o Salvador possa não ser o vencedor este ano, pelo menos a Eurovisão esteja a dar a oportunidade a um artista genuíno como o Gabanni. Os dois claramente se destacam pela autenticidade e originalidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18:10

      Concordo. Apesar do facto de vencer nas OGAE não dá a vitória ao Francesco, é verdade que já existiram anos em que elas acertaram, mas já existiram anos em que favoritos foram derrubados. Eu pessoalmente quero que ou Itália ou Portugal vençam, mas tenho medo que a Suécia ou a Bulgária roubem a vitória por conseguirem agregar votos "mais políticos".

      Eliminar
    2. Celina Guimarães00:36

      Eu quero que Portugal ganhe, ai como eu quero! Mas, como Portuguesa consciente que sou, já prevejo (com um certo descontentamento) caso não ganhemos a inundação de comentários sem nexo, de nojo e de mau perder a afirmar que o país vencedor teve uma vitória impulsionada por votos politicos e/ou de vizinhos. Infelizmente é a mentalidade ainda de muito Português.

      Boa sorte Salvador!

      Eliminar
  2. Anónimo20:02

    Serei eu o único a achar estranho ver a Estónia em quarto?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo20:32

      Eu também acho. E acho que no ESC vai ter um classificação bem abaixo de quarto lugar, arrisco-me a dizer a baixo de Portugal porque será daquelas músicas onde a diferença entre o televoto e o juri será enorme.

      Eliminar
    2. Anónimo21:50

      A Estónia leva sem dúvida uma das melhores músicas que já passaram no ESC, por sim faz sentido estar no lugar que está. Força Estónia!

      Eliminar
    3. Anónimo22:19

      Em comparação com as outras músicas esta muito aquém, e a performance em palco é bastaste franca, não percebo tanto alvoroço mas também até a eurovisão tudo pode mudar.

      Eliminar
    4. Anónimo00:00

      Eu também gosto muito da música da Estónia, é das minhas preferidas e sinceramente a mim não me causa estranheza os votos atribuidos até agora e acho-os merecidos; porém, preferia obviamente que estes pontos todos fossem mesmo em contexto eurovisivo, espero enganar-me mas temo que esta música tenha uma enorme diferença nos votos do juri e público

      Eliminar
    5. Anónimo00:37

      Força Estónia. Dás 20 a zero a Portugal!

      Eliminar
    6. Anónimo08:33

      Eu por acaso não gosto nada da música da Estónia, e antes que digam que não gosto de pop moderno eu gosto da música do Azerbeijão que está com pontuação inferior.

      A Estónia faz-me lembrar aquele pop que está na moda, mas cuja a identidade da música e dos interpretes é 0, pelo menos a partir da referencia que temos. Ter uma música com sons ditos de agora não quer dizer ser boa, o cantor tem de deixar a sua marca e ali não vejo nada( com respeito a quem gosta).

      Por exemplo gosto bastante mais da música da Bulgária, Holanda e Austria nessa semi-final.

      Eliminar
    7. Anónimo08:42

      Já me esquecia também acho que o Requiem não fará tão boa prestação quanto muitos pensam. Posso estar errado mas seria muito estranho se três países de Sul tivessem grandes pontuações( Itália, Portugal e França). E como acho que os votos para música de dança vão para Itália, acho que a França ficará muito como a Barei a partir do 10 lugar.

      Eliminar

Temas em Destaque

 
Top