Salvador Sobral, vencedor do Festival da Canção 2017, esteve no 5 Para a Meia Noite, com Luísa Sobral, à conversa com Filomena Cautela.

O mais recente vencedor do Festival da Canção e o representante português no Festival da Eurovisão de 2017, Salvador Sobral, esteve hoje no programa 5 Para a Meia Noite, apresentado por Filomena Cautela. Salvador Sobral descansou todos os telespetadores da RTP dizendo que "vou a Kiev" e que "já tirei os pontos de uma das hérnias". Em relação ao Festival da Canção 2017, Salvador Sobral disse ainda que a sua música preferida era a de Lena D'Água. 

Em relação a todo o buzz que se tem gerado na imprensa e nas redes sociais, Salvador Sobral não se mostra preocupado pois "não tenho nenhuma rede social. Tenho as de artistas mas não sou eu que as giro, é a minha manager. E ela só me diz as coisas boas. Quando vou ao YouTube privo-me de ir ler os comentários", afirmou.


Luísa Sobral, compositora e autora de Amar Pelos Dois, também esteve no programa. Luísa afirmou que "não estava à espera de ganhar. Depois da semifinal, com a reação que o vídeo causou, comecei a pensar nessa possibilidade...mas há uma grande distância entre o pensamento e o realidade. Quando as votações começaram foi-se tornando mais real. Estávamos com a Márcia, que é da minha agência e é matemática. Não tínhamos ecrãs lá atrás e estávamos dependentes da Márcia para nos dizer se já tínhamos ganhou ou não", disse entre gargalhadas.

Salvador Sobral revelou ainda que já cantou sobre a influência de drogas: "experimentei quando estava em Erasmus e depois achava que os concertos não me iam correr bem se não fumasse. Mas depois deixei".



Sobre a participação na Eurovisão, Luísa Sobral afirmou que também vai a Kiev e que quer ver a reação do público à atuação do seu irmão. Já Salvador disse que é muito bom estar em 5º nas casas de apostas "mas que isso não dá dinheiro o que é pena", num claro tom divertido que marcou todo o programa.

Pode rever o programa completo AQUI.

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: ESCPortugal / Imagem: RTP

10 comentário(s):

  1. Anónimo23:58

    Grande!!

    ResponderEliminar
  2. Anónimo00:06

    Eh pá, a Mena quer muito ir à Eurovisão (ela disse!).
    RTP, mostra sangue novo e manda-a com os Sobral!!!

    ResponderEliminar
  3. Anónimo00:13

    drogas?! @-)

    ResponderEliminar
  4. Anónimo03:05

    Muito bom...Este gajo está-me a surpreender...Mais genuíno era impossível...

    ResponderEliminar
  5. Anónimo08:07

    Fumado...uns charritos...

    ResponderEliminar
  6. Anónimo09:53

    Eu acho que tem tudo muita piada, mas acho que devem moldar ligeiramente a atitude. A Euroviosão abarca 43 países, todos a tentar fazer o seu melhor. Devem ser um pocuo mais respeitados. E a Mena quer ir pelos motivos errados. Dizer que "vamos lá porque vamos fazer exactamente o que não estão à espera num ESC" soa-me um bocadinho a irrverência que tanto pode resvalar numa proposta inovadora e original, ou num Homens da Luta versão II. Quero muito acreditar que haverá uma boa equipa que vai tentar fazer o melhor por Portugal numa Eurovisão que não é um concurso de música alternativa ou de jazz, é o que é com todas as suas virtudes e defeitos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo12:51

      "Homens da luta 2" "música alternativa ou de Jzz"???????? Comparar a música do Salvador aos Homens da Luta??? Por amor de Deus!!! Para sua informação caso não saiba, o ESC é um festival de todo o tipo de música, já por lá passou tudo, desde Jazz a heavy Metal passando por Folk e soft country, etc. Umas vingam outras não depende do gostos. Mas uma coisa é certa, chamem-lhe o que quiserem mas a realidade é que NUNCA na história de Portugal na Eurovion uma canção fez tanto furor nos media nacional e internacional nesta altura do campeonato, a Vânia Fernandes só começou a ser popular com os ensaios na arena, foi aí que os fans e jornalistas internacionais começaram a dar-lhe o seu valor, e como essa outras mais. Este ano e em poucos dias a canção já teve milhares de visualizações em vários vídeos que estão no YouTube e subiu uns 20 lugares nas apostas, coisa que nunca tinha acontecido antes. É exatamente a simplicidade dele, a ternura na voz, uma letra linda com um instrumental "Timeless " que está a fazer a diferença entre o "Pop Sueco" espalhado por tantos países a competir, que já não é novidade nenhuma mas que ainda continua a ser popular e que tantos portugueses querem também levar. Esta canção é fresca, suave, pura, não tem nada de artificial, voz + piano + cordas.
      PJC

      Eliminar
    2. Anónimo14:47

      Anónimo das 12h51, claramente não percebeu ou não quis perceber o que estou a dizer. Não estou obviamente a desmerecer canção, esou a dizer que a atitude tem de mostrar mais empenho. No fim de contas, vão estar nas mesmas conferências de imprensa, nas mesmas ações de promoção e nas mesmas festas que os outros. Não podem ir com uma atitude de "I don't care" ou de quem é superior aos evento em si por ser demasiado popular ou comercial.

      Só isso.

      Eliminar
  7. RTP passa nos seus jornais uma peça sobre o facto de Portugal estar em 5º nas apostas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18:51

      e verdade !!

      Eliminar

Temas em Destaque

 
Top