Uma publicação espanhola revelou as condições impostas pela emissora RTVE aos seus representantes no Festival Eurovisão. O contrato firmado entre a emissora e o intérprete cessa em junho.

A participação de Espanha no Festival Eurovisão 2017 está envolta em polémica, sendo que, dia após dia, são reveladas mais informações sobre a emissora espanhola no evento. O portal Bluper revelou, recentemente, as informações impostas pela RTVE no contrato com o representante do país no Festival Eurovisão.

Segundo foi avançado, o artista, ao assinar o contrato, compromete-se "a ficar à total disponibilidade da RTVE, de forma gratuita, sendo obrigado a participar em qualquer atuação ou programa pedido pela emissora, de acordo com a agenda estabelecida pelos dois (...) priorizando a produção, ensaios e promoção do Festival Eurovisão". Além disso, no contrato, o participante é obrigado "a renunciar, de forma livre e gratuita, de 50% dos direitos editoriais do tema em prol da RTVE", além de permitir a emissão do material promocional de forma ilimitada.

A RTVE é responsável ainda pela "autorização e supervisão de qualquer campanha promocional do artista com outras marcas (...) bem como da direção artística no concurso europeu". Os participantes não poderão pagar uma proposta cénica de forma separada, mesmo que haja um patrocinador externo: "A RTVE é a única ponte com a EBU/UER e com a organização do certame, com quem realizará as contribuições financeiras concordadas".

O contrato entre a emissora e o intérprete termina em junho; contudo, o artista continua obrigado a participar em eventos da emissora depois dessa data. Em caso de recusa, a emissora exigirá uma justificação formal dos motivos. Além disso, quando o representante é convidado para participar num evento internacional (presença em finais nacionais ou festas de promoção), os gastos não serão pagos pela RTVE, mas sim pelos organizadores dos eventos e/ou pelo artista.



Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: ESCPedia / Imagem: GOOGLE / Vídeo: YOUTUBE

7 comentário(s):

  1. Credo parece uma ditadura, quase que tratam o artista como se fosse um objeto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo15:56

      Incrível...coisa nunca vista... :)

      Eliminar
  2. Anónimo16:09

    Que chulos!!! Esta RTVE é irrisória! Porra, que isto é bem pior que a RTP!!! Não tivessem lugar assegurado na final, Espanha com este tema nunca passaria da semi-final!!!

    ResponderEliminar
  3. Este género de contratos è normal para quem participa na eurovisão?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18:18

      Pelo que sei a RTP faz do género relativamente aos direitos sobre as musicas que duram 1 ano. E no que toca a promoção também é desembolsada pelos próprios cantores/compositores

      Eliminar
  4. Anónimo17:35

    Esse contrato é igual em todos os países...

    ResponderEliminar
  5. Anónimo22:18

    Aí ke kontrato de nervos

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top