A emissora espanhola RTVE apenas registou 12 587 votos no Objetivo Eurovisión, cerca de 0,8% do número de espectadores da gala. Cada voto efetuado num telemóvel tinha um custo de 2 euros.

A polémica em torno da escolha de Manel Navarro para o Festival Eurovisão 2017. Depois da recente entrevista de LeKlein a uma publicação espanhola onde garante ter sido prejudicada durante a votação no Objetivo Eurovision devido a um erro no nome, além de tecer duras críticas à organização (AQUI), a emissora espanhola foi confrontada sobre os valores do televoto.

Contudo, a RTVE recusou-se a revelar os valores discriminados do voto popular, tendo sido apenas revelado que foram recebidos 12 587 votos, cerca de 0,8% do número de espectadores da gala (1 449 000). Desses votos, 550 são oriundos da aplicação Eurovisión TVE, 5277 de mensagens de texto e 6769 foram efectuados por chamadas telefónicas.

De realçar que os custos dos votos no Objetivo Eurovisión foram alvo de críticas por parte dos telespectadores: cada voto custava 1,45 euros da rede fixa ou 2 euros a partir de uma rede móvel. Em Portugal, cada voto telefónico ficava em 74 cêntimos, correspondente ao valor da chamada (0,60 euros) e ao IVA.



Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: eurovision-spainl / Imagem: RTVE / Vídeo: eurovision.tv

5 comentário(s):

  1. Sim sim, em Portugal deve ter sido muito menos. Porque é que a RTP nao revela o mesmo que revelou a TVE?

    ResponderEliminar
  2. Anónimo16:23

    2€???

    ResponderEliminar
  3. Anónimo17:06

    Refilam que foram roubados...afinal ninguém se deu ao trabalho de votar...Lol...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo17:43

      Quem ia votar com o preço da camada a 2€? LOL

      Eliminar
  4. Anónimo17:29

    Em Portugal foi seguramente muito mais, sobretudo durante toda a semana que antecedeu a final e mesmo dia 5.

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top