Andrey Danilko, representante da Ucrânia no Festival Eurovisão 2007 como Verka Serduchka, defendeu a participação de Julia Samoylova na competição:  "Ela não vai para a Ucrânia com uma arma, ela vai com uma canção.".

Vice-campeão do Festival Eurovisão 2007 e membro do júri das últimas edições da final nacional da Ucrânia, Andrey Danilko, mais conhecido pela personagem Verka Serduchka, reagiu à polémica em torno do banimento de Julia Samoylova, defendendo a participação da cantora russa. 

"Acho que os políticos deveriam encarar o caso com um ponto de vista humano de tolerância e gentileza" afirmou, em entrevista para um jornal russo, "Sim. Ela participou num festival para pessoas com deficiência na Crimeira. Mas, nesse caso, ela foi convidada para cantar para pessoas como ela. É um prazer único na vida poder cantar e contar a sua história pessoal. Ela não vai para a Ucrânia com uma arma, ela vai com uma canção".

Até ao momento, Julia Samoylova está proibida de participar no Festival Eurovisão 2017, sendo que, a confirmar-se a proibição, a Rússia não transmitirá nem participará no concurso.


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: ESCPedia / Imagem: GOOGLE / Vídeo: Youtube

5 comentário(s):

  1. Marcuslong10:15

    Gostava de saber a opiniao das outras delegacoes em relacao a isto, nomeadamente o que pensa a Sr. D. Bugalho. Sera que os outros paises estao solidarios com a Russia, com a Ucrania ou estao se lixando?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo12:17

      Acho a sua pergunta bastante pertinente. Segundo foi dado a conhecer, a estação de televisão pública ucraniana terá informado a UER que determinados artistas não podiam atuar na Ucrânia por já o terem feito na Crimeia pós-ocupação. Os serviços da UER transmitiram essa informação às estações de televisão que à época da entrega da lista já haviam anunciado o seu intuito de participarem no ESC 2017? Se sim, parte-se do princípio que concordaram; se não, alguém falhou no seu trabalho... Pessoalmente ignorava o teor do espetáculo em que a cantora russa participou na Crimeia. Se o que Verka Serduchka diz está certo, a atitude das entidades ucranianas é lamentável. Na minha ignorância tinha imaginado que ela teria participado num espetáculo com outros cantores russos, dando assim mostras de apoio à presença (administrativa) russa na Crimeia.

      Eliminar
  2. Ricardo Alves12:01

    A Verka vai ter o castigo que merece: ficar de fora de qualquer aparição no ESC2017

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo17:20

      Castigo que merece? Voces nem sabem o que dizem.. Que ele fez? Defende a sua posicao que a meu ver e a mais correta

      Eliminar
    2. mais uma vez a politica e a estupidez sobrepõe-se ao bom senso, esta concorrente não fez nada de mal e esta a ser prejudicada, se for impedida acho bem que a Rússia boicote o festival e não participe.

      Eliminar

Temas em Destaque

 
Top