Quase duas semanas depois da final do Festival da Canção 2017, Kika Cardoso recorda a sua participação com saudade. “Pelas pessoas que conheci, pelos momentos que vivi, por todas as vivências, emoções e sentimentos… o balanço da participação no Festival é muito positivo”. A entrevista que se impunha do ESCPORTUGAL à vocalista do grupo Viva La Diva. 

Kika Cardoso considera-se uma mulher feliz depois da sua participação no Festival da Canção 2017 integrando o grupo Viva la Diva. “Pelas pessoas que conheci, pelos momentos que vivi, por todas as vivências, emoções e sentimentos… o balanço da participação no Festival é muito positivo”, afirmou em entrevista ao ESCPORTUGAL. Ainda visivelmente emocionada quando fala desta participação, a cantora não hesita em afirmar que “já sinto saudade! Foi muito fixe!” 

As suas mais profundas palavras vão, contudo, para os dois cantores que a acompanharam no palco, Luís Manuel Peças e João Paulo Peças. “Conheci-os dois meses antes do festival. Mas há pessoas que entram no nosso coração como se fossem amigos de toda a vida”, exclamou Kika, para acrescentar: “Estas duas pessoas tornaram-se membros da minha família. Têm dois corações enormes e um talento espectacular!”. Por isso, os planos para que continuem a trabalhar em conjunto são mais do que muitos: “Nós os três queremos continuar com este projeto e o Nuno Gonçalves [compositor e produtor] também”. Kika adianta ter já material para trabalhar. “Queremos editar um CD com os temas que temos em conjunto, sem datas mas com muita vontade”.

Disparidade entre o voto popular e o do júri

Na conversa com o ESCPORTUGAL foi inevitável falarmos da disparidade entre o voto popular e o voto do júri no Festival da Canção. Enquanto o júri regional deu 6 pontos aos Viva la Diva, o televoto deu a pontuação máxima, ou seja, 12 pontos. Conjugadas ambas as votações, a canção “Nova glória” terminou em 2.º lugar. “Depois da semifinal, onde também conseguimos a pontuação máxima do televoto, fomos percebendo o impacto enorme que a canção estava a ter junto do público”, recordou. “É uma canção muito diferente do que as pessoas estavam acostumadas a ver no Festival da Canção e também muito diferente das demais a concurso este ano. Todas as reações do público tocaram-nos muito. Ficamos muito felizes com isso, saí do festival com o coração cheio”.

Do júri, não entende a diferença da votação, mas aceita os resultados. “Não falei como é óbvio com os jurados, não posso entender as razões para o seu voto. Com certeza preferiram outras canções, só posso é aceitar”.

 “Fomos prejudicados na semifinal”

 Convidada a comentar a atuação na semifinal, a partir da qual o júri regional votou, Kika afirma que “fomos prejudicados na semifinal. Tivemos – destaca – alguns problemas de som. Não cantámos com os auscultadores in-ear, apenas com ligação direta, o que nos dificultou a audição”. Registe-se que os auscultadores in-ear garantem a melhor qualidade de som e permitem bloquear todos os ruídos exteriores com a máxima eficácia. Kika não sabe se o mesmo aconteceu com outros participantes. Por outro lado, “não tenho problemas em admitir que os nervos eram muitos, era a primeira vez que nós os três estávamos em palco, foi tudo muito arriscado”. Na final do Coliseu “não tivemos qualquer problema de som e depois daquela primeira experiência penso que se notou a diferença”

Recorde a participação na semifinal 1 do Festival da Canção: 


 “Voltar ao Festival? Talvez!”

Quando convidada a responder se voltaria a concorrer ao Festival, Kika é perentória. “Saí do Coliseu dizendo que não queria voltar. Este ano fui apanhada de surpresa… Agora, estes dias passados já digo ‘talvez’ (risos) Tudo depende do convite, do projeto, da canção… “ 

Comparando as experiências que teve no programa Factor X, do qual saiu vencedora, e o Festival da Canção, Kika Cardoso afirma que são projetos totalmente diferentes. “A responsabilidade no Festival é maior! O sentimento de que estamos a participar para representar o país na Eurovisão é algo imenso, inexplicável. No Factor X estive 4 meses, no Festival são apenas duas atuações, é uma imensidão de sentimentos tão forte e muito concentrada… a emoção, a intensidade… o público também é muito diferente… e depois é a canção de um país!”

Recorde a atuação no palco do Coliseu dos Recreios: 


“Salvador Sobral tem uma canção linda!”

Antes de terminarmos a nossa conversa com Kika Cardoso, houve tempo para falarmos da canção vencedora “Amar pelos dois”. “Quando ouvimos pela primeira vez a canção, nos ensaios da semifinal, ficámos logo fãs! E dissemos logo ao Salvador Sobral que ele tem uma canção muito bonita e muito bem cantada. Não há nada a acrescentar. O Salvador tem uma canção linda!”. Kika deseja, por isso, muito boa sorte ao representante de Portugal no Festival Eurovisão. “Torço muito por ele e desejo que tenha uma excelente classificação na Eurovisão.” 

Nos próximos tempos, Kika prepara o lançamento de mais um trabalho a solo, conjugando com a vontade de continuar o projeto Viva la Diva. 

Da parte do ESCPORTUGAL, fica a certeza de que vamos continuar a acompanhar a carreira de Kika Cardoso e dos Viva la Diva.


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL /Imagem: RTP /Vídeo: YOUTUBE

13 comentário(s):

  1. Ricardo Alves12:26

    Foi uma surpresa enorme esta participçação. Adorei, amei, chorei, empolguei-me

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo13:28

      Chorou? Lol menos

      Eliminar
    2. Anónimo14:00

      Também chorei, qual é o mal?

      Eliminar
    3. Anónimo16:22

      Quem não chorou devia ter chorado, essa é que é essa

      Eliminar
  2. Anónimo12:30

    Estou desde o dia 5 à espera desta entrevista. Obrigada escportugal

    ResponderEliminar
  3. Anónimo12:40

    Entrevista muito profissional, como sempre

    ResponderEliminar
  4. Anónimo13:57

    Espero mesmo que ela volte. Quem sabe a solo ja no proximo ano a defender uma cançao do Mikel Solnado.

    A kika nao é só uma grande cantora. È uma enorme artista. Tem "star quality". Tem de ser a nossa representante num ano proximo.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo14:28

    Deus queira q voltem...

    ResponderEliminar
  6. Anónimo15:13

    Tinham a minha canção favorita. Tomara que o projecto continue!

    ResponderEliminar
  7. Anónimo16:21

    Para mim era a verdadeira vencedora. E seria tudo tão diferente. Certamente não estaríamos nos primeiros lugares nas apostas eurovisivas. Mas seriamos representados com orgulho e ambição, com promoção e entrevistas. Espero que voltem como trio. Para a Kika era um boost na carreira, para o casal era uma variante à música clássica e uma carreira alternativa numa área mais mainstream, que poderia servir para dar a conhecer o seu trabalho na área lírica.

    Muitos parabéns!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo17:59

      Muitos parabéns também a ti pois gostei muito do teu comentário. Vai bastante ao encontro de parte daquilo que penso sobre a participação deles no ESC. (h)

      Eliminar
  8. Anónimo19:54

    Fico feliz por os Viva La Diva estarem a trabalhar num CD. "Nova Glória", uma explosão de sentimentos que mereceu bem a vitória (do público)!! OBRIGADO POR PARTICIPAREM E PARABÉNS!!!

    ResponderEliminar
  9. Anónimo12:42

    Espero bem que voltem!! Ficou um enorme "gosto amargo" por não terem vencido, pois mereciam tanto o bilhete para Kiev, mas pronto... agora resta-nos apoiar o Salvador e que ele traga um bom resultado para cá!

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top