O Festival da Canção 2017 esteve em destaque no Telejornal, esta noite na RTP1.


A RTP1 emitiu, esta noite, uma reportagem sobre o Festival da Canção 2017. Na peça, foi recordada a participação portuguesa em 2015, na Eurovisão, para depois afirmar que a estação pública quer fazer diferente e melhor. Foram destacados os compositores convidados e os intérpretes escolhidos. A possibilidade de cantar em qualquer língua foi também abordada, relembrando que em 2005 isso já tinha acontecido.

Veja a reportagem emitida no Telejornal:

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: ESCPortugal / Imagem: RTP / Vídeo:YouTube

24 comentário(s):

  1. Anónimo23:32

    Porque é que eu acho que isto está tudo feito para o Fernando Daniel ganhar?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:59

      Menos com as teorias da conspiração. Em 2015 também noticiavam bastante a Simone de Oliveira e a Adelaide Ferreira, sendo que a primeira não ganhou e a segunda nem sequer se qualificou para a final...
      Ele ganha se tiver uma boa canção/performance, ponto.

      Eliminar
    2. Anónimo00:12

      20:59 - Evitar-se-iam "teorias da conspiração" se em 2015 se tivessem revelado os resultados, o que não aconteceu. Quem "conspira" receia que este ano as coisas se passem da mesma maneira, sem transparência.

      Eliminar
    3. Anónimo00:15

      Eu sou sincero,dá a impressão de um certo jogo de bastidores...

      ... para a vitória do Fernando(a rtp tem todo o interesse em "entregar" a vitoria a um vencedor do seu programa de talentos)

      ... e para um grande resultado no ESC... top5 ou vitoria mesmo! (todas estas mudanças "repentinas", "fazer melhor", interesse repentino e inexplicável da rtp no festival).

      E todo o o mundo sabe que a tabela classificativa do ESC já está praticamente definida pré-concurso...

      Seria bom,é só aguardar umas semanas num caso e uns meses noutro.

      Eliminar
    4. Anónimo01:04

      Então porque a RTP não fazia logo escolha interna optando pelo Fernando?

      Eliminar
    5. Anónimo12:41

      Não me venham com tretas, cada vez mais está se a notar os joguinhos e privilégios que tem andado a fazer em torno deste ou daquele. O anónimo das 23:59 até tem a sua razão quando refere a Simone de Oliveira ou a Adelaide Ferreira, mas vejam o ponto de vista do anónimo das 00:15, o qual eu concordo... Só não vê quem não quer, tirem a areia dos olhos! O Festival basicamente já parece ter encontrado um vencedor este ano, só não o escolheu internamente sinceramente ou porque não esperavam que ele viesse a participar no FC ou por alguma coisa por ai parecida... O que eu tenho pena disto, é que gosto do Fernando Daniel enquanto artista, aliás, era dos meus favoritos no Factor X. Agora, o que eu não tenho obrigação de ver e não dizer nada é em relação ao caldinho que a RTP anda a fazer - porque nisto não vou dizer que a culpa é do FD -, caldinho esse de exibir maioritariamente o nome dele, aproveitando-se provavelmente de toda aquela "corrente" e popularidade que houve e tem havido após a prova cega do rapaz. Pois bem, o que eu acho é que se era para haver essa imparcialidade e fazerem de conta que tratam os artistas da mesma forma, então para isso não faziam FC e metiam-no logo internamente!!! Expliquem-me lá agora quem não nos garante que independentemente da votação, o representante já esteja escolhido por parte dos responsáveis da RTP? Até pode não vir a ser assim, mas infelizmente é a desconfiança que o canal tem passado para mim, e se calhar mais gente sente o mesmo!! Eu reconheço e aplaudo todo o esforço e trabalho que a RTP tem vindo a desenvolver, mas caramba, será que não vêem as consequências que isto está a gerar? E eu a pensar que as peixeiradas iam ficar à porta a partir deste ano...

      Eu já tenho as minhas melhores e piores expetativas relativamente a cada uma das canções, baseando-me obviamente nas características dos temas que já conhecemos. Acham que assim uma pessoa vai pensar em gastar dinheiro nos votos votando nos seus preferidos, para depois não dar em nada? Infelizmente é o que deve estar a passar por algumas cabeças e eu compreendo... só que neste aspeto digo o seguinte: VOTEM MASSIVAMENTE NA MÚSICA QUE QUEREM QUE VENÇA O FC 2017!!!! Já tinha dito aqui ha uns temposnum comentario e volto a dizer: é pelas chamadas que se vota, não pelo paleio!! Não nos vai adiantar de nada acharmos que X merece ganhar e para isso nao telefonarmos! E se essa música for a do Fernando, votem, mas não votem por ser O FERNANDO!! E o mesmo digo de qualquer um dos artistas em competição!!! Caramba, isto é o Festival da CANÇÃO e não o Festival do Artista... compreendo que fiquem em êxtase com a possibilidade de arrecadarmos talvez um top 5 devido à fama que ele ganhou internacionalmente, mas votem decentemente! Eu também tenho os meus artistas preferidos e no caso do FC também há artistas que eu admiro imenso, mas se eu preferir outra canção que não a desse artista, acham que vou votar nele só pelo nome? Por amor de Deus... E se é preferivel ter um bom lugar no ESC/ser campeão no FC devido ao nome e não à qualidade musical, isso já cabe aos ideais de cada um... porque eu não concordo e prefiro obter bons resultados dignamente do que de forma imparcial/errada.

      Desculpem ter escrito tanto, mas há aqui muitas coisas que precisava de dizer, já que não ando com as palas nos olhos, e mesmo assim não disse tudo. Espero que me engane futuramente e que não haja realmente joguinhos nenhuns.

      Eliminar
    6. Anónimo13:00

      Anónimo das 00:12 , ate eu que em 2015 tinha a Leonor Andrade como preferida, as vezes passa me pela cabeça que ela não foi a verdadeira vencedora. Quando se vota em alguma coisa , os votos tem dr ser mostrados quer hajam ou não dúvidas.

      Eliminar
    7. Anónimo13:43

      Adorei o romance das 12:41. Quando sai o Segundo volume?

      Eliminar
    8. Anónimo14:23

      Romance ou não, por acaso o anónimo das 12:41 disse o que eu também acho, jogadas de bastidores no Festival não é novidade para ninguém.

      Eliminar
    9. Rui Fernandes15:02

      Assino por baixo, anónimo das 12:41. 100% de acordo. Também sou fã do Fernando Daniel mas não terá o meu voto se gostar mais de uma outra canção. Já agora deixe de ser anónimo.

      Eliminar
    10. Anónimo16:14

      Mas alguma vez a RTP quer vencer o ESC? Em 1996 quando estivemos durante alguns minutos em 4o lugar a RTP até se benzeu para não ter que organizar! Podem até já ter passado várias administrações, mas o bichinho está lá.

      Eliminar
    11. Obrigado Rui Fernandes (sou o anónimo das 12:41). É a minha opinião, há quem concorde, há quem discorde e há quem não diga nada. Simplesmente sou mais uma pessoa fã do FC, mas há coisas que não gosto de passar em branco e pergunto-me qual é a piada de ver o processo todo de um FC, desde intérpretes, compositores, etc. quando existe a hipótese de favoritismos feitos por parte da RTP. Nem nós fãs merecemos, nem os restantes intérpretes, que caso o vencedor já esteja escolhido, ficam com aquele sentimento de "se soubesse não participava" - pelo menos eu ficava -, e o mesmo digo em relação aos compositores. Mas como disse no final do meu comentário do meio dia... espero vir a enganar-me em relação a tudo isto.

      Eliminar
  2. Anónimo23:53

    Começo a ter receio que a escolha do nosso representante seja pela pessoa em si, em vez da canção 😶

    ResponderEliminar
  3. Anónimo02:05

    Tinha visto um video no youtube á dois anos em que alguem dizia que quem vencia em 2016 era a ucrania e em 2017 Portugal...Siceramente estou a começar a acreditar...PS: O que eu digo é verdade, juro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo13:01

      Ai sim? Duvido

      Eliminar
    2. Anónimo13:04

      Lol big risada! Ele há cada comentário...

      Eliminar
    3. Anónimo19:22

      Link

      Eliminar
  4. Anónimo10:29

    Se fosse tudo 'clarinho clarinho', não surgiam "jogos de conspiração". Mas, não poucas vezes, a transparência é algo de proibido. Que vença a melhor canção no concurso é o que desejo (para tal, só as melhores devem ser apuradas para a final e não nomes e/ou caras).

    ResponderEliminar
  5. Anónimo13:26

    Até está uma peça porreirinha, tirando as gralhas de "Festival RTP da Canção" ao invés de "Festival da Canção" (há muito que "RTP" saiu do nome do Festival!) ou "The Voice" ao invés de "The Voice Portugal". Rigor, meus caros, rigor!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:20

      Acho que até foi bom terem retirado o "RTP". Parecia que já cheirava a mofo!!

      Eliminar
  6. Eu compreendo perfeitamente o porquê destes comentários. A RTP já deu motivos mais do que suficientes para os telespectadores não confiarem nas votações. E talvez por essa mesma razão é que muita gente decide não gastar o seu dinheiro a votar em canções do festival.

    Vejamos o que aconteceu nos últimos anos, e talvez assim, compreendam o porquê da desconfiança de muita gente.

    Em 2010 Catarina Pereira era a grande favorita à vitória, tendo recebido 10920 chamadas durante a votação, isto representa 7683 chamadas a mais que a canção vencedora. Aqui temos uma diferença de votos astronómica. Filipa Azevedo venceu o festival devido à votação do júri que a colocou em primeiro lugar, enquanto que a Catarina ficou em quinto com 128 pontos (6 depois das votações terem sido convertidas). Como se justifica que a canção com mais potencial para a Eurovisão, e claramente a grande favorita do público, tenha ficado em quinto lugar na votação do júri regional e por essa mesma razão não venceu o festival?

    Em 2011 Rui Andrade era o grande favorito a representar Portugal em Dusseldorf, e por essa mesma razão recebeu 10 pontos do público. Os 12 pontos atribuidos aos Homens da Luta foi graças à sua legião de fãs, que não acompanham o Festival Eurovisão da Canção e são provavelmente os primeiros a afirmar que o concurso não tem interesse. Eu poderia descrever estas pessoas, mas prefiro não fazê-lo. O que incomodou imensa nesta edição do festival foi, uma vez mais, a votação do júri regional. E uma vez mais pergunto, como é possível um júri colocar a melhor canção a concurso em sexto lugar? E como é possível um júri, supostamente constituido por especialistas em música, atribuir mais pontos aos Homens da Luta do que ao Rui Andrade?

    E para terminar, temos a tão polémica edição de 2014, em que uma vez mais a Catarina Pereira era a grande favorita do público, e por essa mesma razão venceu a primeira semifinal, mas acabou uma vez mais em segundo lugar. A Suzy terminou a semifinal em quinto lugar e ficou apurada para a final por uma unha negra. Como é que esta participante passa de quinto para primeiro lugar e termina com uma percentagem de votos tão grande? Se ela fosse a favorita do público, teria também vencido a semifinal, coisa que não aconteceu. E porque razão a RTP não divulgou o número de chamadas atribuidas a cada música? E porque razão a RTP se calou perante o pedido de auditoria feito pelo Carlos Coelho?

    Na minha terra diz-se: quem não deve, não teme. Isto é o mesmo que dizer, se estás de consciência tranquila, não tens nada a esconder.

    E fico-me por aqui.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bravo, excelente comentário, felizmente ainda há pessoas que não se calam! Independentemente das minhas escolhas nesses anos serem iguais ou diferentes (em alguns deles foram iguais, noutros não), concordo com o seu ponto de vista!

      Eliminar
  7. Há aqui umas análises interessantes e lúcidas, sem dúvida! Contudo, quando há um misto de votação júri + televoto, o imprevisível não poucas vezes acontece (basta olhar para os resultados do ESC nos últimos anos...).
    Não me revejo numa teoria de conspiração que postula um vencedor antecipado. Não faz qualquer sentido: porque iria a RTP gastar tanto dinheiro a organizar uma selecção com 2 SF e 1 Final se poderia proceder directamente a uma selecção interna, como é prática noutros países?! Não vos passou pela cabeça que a RTP poderá estar tão só a potenciar toda a visibilidade alcançada pelo Fernando Daniel enquanto ferramenta promocional do FdC? Se querem atrair um público jovem (e mais público em geral), faz todo o sentido que estejam a "utilizá-lo". Se tal será justo para os outros intervenientes, isso já é outra história...

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top