Em entrevista com o ESCPORTUGAL no final da transmissão televisiva da segunda semifinal do Festival da Canção, Júlio Isidro explicou as opções de voto tomadas nas duas eliminatórias do concurso. 
 

Em resposta à nossa pergunta sobre a discrepância tão grande que existiu entre o voto do júri e o televoto, o presidente do júri das semifinais do Festival da Canção, Júlio Isidro, confessou estar "muito admirado". Recorde-se que, nesta segunda semifinal, o top 4 do júri teve como intérpretes Celina da Piedade, Lena D'Água, Beea e Jorge Benvinda, enquanto o top 4 do público teve como intérpretes Pedro Gonçalves, Jorge Benvinda, Helena Kendall e Celina da Piedade. Enquanto a canção "Don't walk away", de Pedro Gonçalves, foi a preferida do público, o júri classificou-a em 7.º lugar. Júlio Isidro considera naturais estas diferenças, o que poderá originar "maior expectativa para a final". Ao recordar que o júri não qualificou para a final nenhuma das três canções cantadas em inglês, ao contrário do público que qualificou duas delas, Júlio Isidro respondeu que não conhece o voto dos demais jurados individualmente. Contudo, explicando as suas próprias opções de voto, afirmou que quis "privilegiar ao máximo, não apenas a língua portuguesa, mas o sabor musical português."

Nesta breve entrevista, houve também espaço para que Júlio Isidro pudesse falar de outros projetos na televisão.

Veja o vídeo de seguida, com a entrevista na íntegra: 





Esta e outras notícias também no nosso Facebook. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL / Imagem: RTP/ Vídeo: ESCPORTUGAL

81 comentário(s):

  1. Ok, normalmente não entro neste esquema de deitar tudo abaixo, e dizer que o júri é retrógrado, mas isto é demais... Que seja o festival da canção, e não o festival da lusitana paixão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:05

      "Que seja o festival da canção, e não o festival da lusitana paixão."

      o que eu me ri com isto xD

      Eliminar
  2. Anónimo21:52

    É por isso que Portugal nunca na vida vai ganhar a Eurovisao com um juri destes que da prioridade a músicas portuguesas que nao sei grande coisa do que a música melhores apenas porque são canatadas noutra língua!!! Que vergonha!!
    Por isto, que ganhe o Pedro a final
    #pedrorumoakiev

    ResponderEliminar
  3. Anónimo22:01

    Pois lá está o cheiro a mofo e a total ignorância no q toca à eurovisão...

    ResponderEliminar
  4. Anónimo22:02

    concordo com este grande senhor!! um bem haja

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:23

      lol 2.0 Julio Isidro

      Eliminar
    2. Anónimo23:22

      Completamente de acordo com Júlio Isidro. Um júri não tem que coincidir obrigatoriamente com o público. Se não para que serve? Já fez muita falta quando o público mandou os Homens da Luta para nos envergonhar lá fora... E já fez muita falta em 2008 quando a Vânia Fernandes podia com um júri chegar a um lugar de TOP.

      Eliminar
    3. Anónimo02:03

      Um juri nao tem que coincidir com o publico, mas tem que ser imparcial e justos. Ja sabiamq que a RTP ia aprovar musicas em ingles, para que por juris que iam estar contra as mesmas? Enfim.

      Eliminar
  5. Shevek22:05

    É uma opinião legítima. As músicas em língua inglesa do FC 17 foram prejudicadas pela imaturidade dos seus cantores; pessoalmente, gostaria que 'Without you' se tivesse qualificado para a final, apesar de achar que Lisa Garden escolheu um vestido desadequado e que foi muito 'tímida' na sua interpretação. 'My paradise' tem uma orquestração interessante; 'Don't walk away' morre no refrão e a possui uma orquestração baça e cinzenta, na minha opinião. Concluindo, a que chegou à final é a pior das três canções em inglês que se apresentaram. 'My paradise' ou 'Without you' cantadas pelo Pedro Gonçalves ficariam bem melhor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:39

      O que interessa o vestido?

      Eliminar
    2. Shevek22:48

      A apresentação em palco conta, especialmente, numa canção como a da Lisa.

      Eliminar
    3. Anónimo21:05

      caro shevek, a lisa nao estava tao mal quanto o salvador, que tem um ar de mendigo,e voce apoia-o, por isso o seu comentario parece-me um pouco hipocrita...sem ofensa...

      Eliminar
    4. Shevek21:16

      A ofensa está lá. Se não quer perceber, nada posso fazer.

      Eliminar
    5. Anónimo13:31

      Shevek, a ofensa não está lá. Voce escolheu ver isso como um insulto. Ja dizia o outro "People who are easily offended should live on an island to avoid offenses!The truth is an offense"
      Uma vez que nao consegue contra argumentar, realmente não há nada a fazer.

      Eliminar
  6. Anónimo22:09

    "privilegiar ao máximo, não apenas a língua portuguesa, mas o sabor musical português."

    Ou seja, o resultado final vai ser a vitória dos Viva La Diva ou Fernando Daniel. São duas das músicas apontadas para vencer e isso que o Júlio Isidro referiu poderá ser decisivo. Só não acredito que a Celina ganhe pois o voto dos jurados não é tudo (ainda que sejam jurados diferentes que os das semis)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:41

      22:09 O voto dos jurados não é tudo, mas o voto de um partido lamentavelmente pode ser tudo...

      Eliminar
  7. Para quê permitir outros idiomas no festival se depois estes senhores renegam certas canções por causa da língua? Para mim a música é universal

    ResponderEliminar
  8. ilegalidade.....podem entrar canções em outras línguas...mas um jurado toma o critério de privilegiar as canções cantadas numa só língua, o português. Ilegalidade estabelecer critérios contra os regulamentos....baixo nível....deste jurado pago com os nossos impostos....que vergonha!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:26

      Ele disse que deu preferência a canções com "Cheirinho Português " e de certa forma eu dou-lhe razão, eles poderiam ter uma com um instrumental com cheirinho português é cantado em inglês. As canções em inglês neste festival da canção não tinham nenhuma delas força suficiente ou inovação suficiente para competir com a rainha do pop que é a Suécia, e como nós sabemos todos os anos há vários países a contratar equipas (de muito sucesso)suecas e também gregas, para comporem /escreverem as canções para o festival, nenhuma das 3 canções tem condições de competirem com estas equipas, a única maneira de conseguir algum lugar cimeiro e apostar na diferença, algo que destaque das outras canções... Neste caso (opinião pessoal) só vejo o Salvador (com uma boa apresentação) ou os Viva lá Diva se a final sair melhor, na semifinal algo não encaixava...
      PJC

      Eliminar
    2. Anónimo02:05

      23:26 sim, viu-se o cheirinho ortugues na musica da Filipa Sousa, foi tao bom que nem passámos das semis.

      Eliminar
    3. Anónimo09:56

      Mas a canção da Filipa Sousa foi cantada em português é feita a martelo, eu falei de uma canção con cheirinho português cantada em inglês.
      PJC

      Eliminar
  9. Respostas
    1. Anónimo22:52

      Ainda bem que o fez, porque? Se está no regulamento que podem estar a concurso cancoes em outras línguas, porque é que a RTP escolheu um juri decadente que as prejudicou mesmo estando de acordo com algo que foi escrito no mesmo?

      Eliminar
  10. Anónimo22:46

    Senhor televisão? Senhor DESILUSÃO! Quando a ovação é muita o povo desconfia... e eu não entendo o protagonismo dado a este senhor, quando há figuras historicas da RTP muito mais dignas de ser lembradas e apostadas do que este senhor. Para mim a RTP é uma MAFIA e PIDE do Audiovisual. O jogo de interesses que são praticados é algo inimaginável que prima os compadrios e interesses de terceiros... uma vergonha.

    ResponderEliminar
  11. Anónimo22:54

    Como aceita ser jurado - na verdade, presidente do júri - dum festival onde se permite o uso doutras línguas? Diz que não apreciou tanto as canções em inglês, porque lhe pareceram inglesas. Se fosse um fado cantado em inglês, já estaria bem? Júlio Isidro recorda frequentemente o impulso que deu - e muito bem, não se lhe retira o mérito - a artistas portugueses, por exemplo no Passeio dos Alegres (RTP) e na Grafonola Ideal (Rádio Comercial), no princípio dos anos 80. Mas ainda há quem se lembre do CDC (Rádio Clube Português, meados dos anos 70), em que chegava a completar as duas horas de emissão sem uma única canção em português. Mudam-se os tempos...

    ResponderEliminar
  12. Anónimo23:06

    pois eu concordo com o julio isidro. ÉS GRANDE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:16

      Grande deixa me rir hahah

      Eliminar
    2. Anónimo23:23

      (h)

      Eliminar
    3. Anónimo00:00

      em certa medida também concordo!

      Eliminar
    4. Anónimo02:06

      Ahaha nacionalismo a esta altura do campeonato, num festival em se celebra a diversidade e uniao...continuem assim.

      Eliminar
    5. Anónimo10:32

      Diversidade=cada país apresentar algo diferente e não tudo igual (ingles)

      Eliminar
    6. Anónimo12:20

      anonimo das 10:32 diversidade=algo que já não se pratica na eurovisao. as pessoas agora querem divertir-se e, como vimos em todos os outros anos falhados, não é com canções "tipicamente portuguesas" que vamos lá.

      Eliminar
    7. Anónimo12:21

      10:32 diversidade= apresentar algo diferente, e a nossa semi é uma semi de baladas. Mas bora la levar outra balada!Afinal estamos a celebrar a diversidade...

      Eliminar
    8. Anónimo12:24

      Tu podes apresentar uma coisa diferente mesmo cantando em ingles. Ainda nao perceberam que este ano o tema é diversidade devido ao nacionalismo bacoco que se tem arrastado pela europa. Diversidade é o tema, e nao apresentar algo diferente. Portugal tem sido diferente todos os anos. Não aprendem...

      Eliminar
  13. Anónimo23:31

    Uma vergonha...que nojo

    ResponderEliminar
  14. Alguém deveria ter dito a este senhor que as regras do concurso deste ano permitia que se cantasse em inglês, pelo que o que fez e admite é na realidade ilegal, porque não é um aspecto que possa excluir ou ser determinante na votação das canções. Estou, pessoalmente, a ficar muito farto de que toda a gente faça o que lhe dá na real gana, sem ter em conta as regras que deveria respeitar...

    ResponderEliminar
  15. Madalena23:42

    Eu percebo a lógica do júri, se um país tem, vou chamar-lhe, uma identidade musical e com isso pode marcar alguma diferença, privilegia essa diferença em detrimento do tudo igual. O que eu nunca concordei é que se exagere nessa identidade, vou dar o exemplo das letras e confessar-vos que achei muito gira a "Gente bestial" do Jorge Benvinda, mas, lá está, a letra caracteriza-nos, com humor, a nós portugueses, é muito sobre nós, portanto é para consumo interno e não para levar a um concurso europeu que penso que requer uma letra com a qual o maior número de pessoas possa identificar-se ou até fica a parecer assim uma coisa meio narcisista, que, penso eu, só nos fica mal, e os Viva La Diva, com aquela letra da "Nova Glória" também, enfim...estão a perceber-me?

    Quanto ao Júlio Isidro, por favor, é enorme, quem dera à maioria dos apresentadores atuais saber falar como ele, ter a cultura que ele tem e ser o profissional do caraças que ele sempre foi, eu cresci a vê-lo na televisão, bolas, não se enervem com ele por causa disto, ok, todos gostamos do Festival, todos adorávamos e queremos muito ganhar na Eurovisão algum dia, mas sem exageros, o Júlio Isidro já tem mais do que provas dadas de que é um grande Senhor (sim, daqueles com letra maiúscula).

    ResponderEliminar
  16. Anónimo23:51

    Agora o José Carlos Malato, veio a publico apelar ao voto no Salvador!!
    Para quem fez parte do Festival, gica lhe mal, imparcialidade necessitasse!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rui Fernandes00:38

      Eu vejo isso normal. Por que não? Por serem famosos não quer dizer que não se possam pronunciar. Até torna isto mais giro e animado.

      Eliminar
    2. Anónimo00:50

      Claro que o fez! E todos o estão a fazer a mando da RTP. O vencedor já está escolhido desde sempre por parte deles. Agora utilizam estes jogos sujos para parecer que é realmente uma aposta excelente. Esperem que irão aparecer mais caras da RTP e conhecidas a promover e a falar dele. Na final tenho certeza que maior parte dos jurados vão dar o voto máximo ao Salvador e depois no televoto vai haver uma disparidade enorme. Escrevam o que eu digo.

      Eliminar
    3. Anónimo00:58

      Claro que o fez! E todos o estão a fazer a mando da RTP. O vencedor já está escolhido desde sempre por parte deles. Agora utilizam estes jogos sujos para parecer que é realmente uma aposta excelente. Esperem que irão aparecer mais caras da RTP e conhecidas a promover e a falar dele. Na final tenho certeza que maior parte dos jurados vão dar o voto máximo ao Salvador e depois no televoto vai haver uma disparidade enorme. Escrevam o que eu digo.

      Eliminar
    4. Anónimo02:07

      O Salvador deve ser a nova suzy, apenas com estilos diferentes.

      Eliminar
    5. Anónimo06:02

      mt bem dito 00:50

      Eliminar
    6. Anónimo10:30

      0:38 - Claro que os "famosos" se podem pronunciar. Mas não deviam fazê-lo estando diretamente ligados à organização do programa, como é o caso de um apresentador do mesmo. Porquê esta necessidade de publicamente divulgar a preferência? Receio de que o televoto possa originar um resultado diferente do desejado? Vontade de influenciar a opinião dos seus seguidores nas redes sociais?

      Eliminar
    7. Epá, aonde é que isto já chegou... teorias da conspiração?! LOL

      Eliminar
    8. Anónimo00:39

      Teorias da conspiração???? AHAHA . Vai ver a publicação que está no Vidas desta semana.... O Donos disto tudo vai ter um sketch do salvador e do Júlio isidro? Explicações ??? Ou será apenas mais uma teoria? ......... ou será você amigo do Salvador?

      Eliminar
    9. Anónimo 00:39 - Está a falar de um sketch HUMORÍSTICO, certo? Rest my case... Não, não sou amigo do Salvador mas, para sua informação, o Salvador, os Viva La Diva e o Pedro Gonçalves são os meus favoritos para conquistar o passaporte para Kiev (bastante ecléctico e nada tendencioso, como poderá constatar)

      Eliminar
  17. É triste esta atitude do Júlio Isidro, percebo-o, mas acho triste.
    Hoje em dia acho que devemos ser superiores a isso e compreender que em Portugal temos excelentes vozes que cantam tanto em português como em inglês, para mim um dos melhores é David Fonseca, que começou a sua carreira cantando em inglês, que canta espectacularmente bem em português.
    Para não esquecer que a Luísa Sobral (que compôs a música do Salvador) é também uma das grandes vozes portuguesas que canta tanto em português e inglês.

    ResponderEliminar
  18. Felizia Nariz00:20

    o Sr. D. Júlio Isidro é grande como diz o anónimo das 23:06, é enorme, como opinou a Sra. D. Madalena, e eu acrescento É IMENSO! Quase do tamanho do mar Português quinhentista. Belo profissional!

    ResponderEliminar
  19. isto é inadmissível no sentido de existir um enviesamento da parte do Júlio em relação à lingua... o objectivo da rtp era fazer um concurso/mostra de música feita em Portugal, o objectivo do júri seria avaliar as MÚSICAS... Se, como foi dito, o objectivo não era a eurovisão, não faz sentido querer como requisito "uma música com alma portuguesa"... eu não faço isso quando ouço uma música da Aurea ou do David Fonseca, ou qualquer outro músico portugês... muito triste...

    ResponderEliminar
  20. Anónimo00:58

    Belo profissional, mas por agora estava bem em programas banais e de baixo orçamento da RTP Memória. Porque para júri nem no concurso anual de ranchos folclóricos do Baixo-Alentejo. Cada profissional na sua área... E a sua área não é facto a musica....

    ResponderEliminar
  21. Anónimo02:07

    Surreal.

    ResponderEliminar
  22. Anónimo02:50

    Alguém me pode responder a uma pergunta?
    Os júris das semifinais serão os mesmos da Grande Final?
    Obrigado pelas respostas! :p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo09:44

      Não. (E ainda bem, mas que devem ser piores, não sei)

      Eliminar
    2. Anónimo13:42

      Obrigado!! Pode ser que deixem a música em inglês ir a Eurovisão, espero que sim 🙏

      Eliminar
  23. Anónimo08:04

    Se membros do júri não têm pudor em dizer abertamente que foi dada preferência a canções em Português, quando no regulamento se podia cantar em qualquer língua, então há aqui um caso de discriminação.
    Deveriam ter sido profissionais e deveriam tentar ser o mais isentos possível. Isto é tão errado como dizer que se dá preferência a cantores brancos em relação a cantores de outra cor de pele, ou se dá preferência a cantores com nacionalidade Portuguesa, ou a cantores que são fãs do Sporting, etc
    Alguns membros do júri não tiveram respeito pelas regras do programa no qual aceitaram fazer parte. Se não concordam com elas não deviam ter aceitado fazer parte do programa.

    Se vamos ser assim tão fundamentalistas relativamente ao idioma, então visto que Portugal tem duas línguas oficiais, Português e Mirandês, para a próxima vez metade das canções devem ser em Português e outra metade em Mirandês.

    Ou então numa semifinal todas as canções serem em Português e na outra todas serem em Inglês. Desta forma estão todas em pé de igualdade em cada semifinal.

    ResponderEliminar
  24. Anónimo09:58

    Já era de esperar que fossem privilegiar as músicas antiquadas... isto não é um festival da música e cultura portuguesas mas sim da seleção da música para a EUROVISÃO. Este júri pensa que a eurovisão ainda está presa aos anos 70, e tenho quase a certeza que nos anos mais recentes nem a têm visto. A RTP que ponha gente jovem no júri que tem acompanhado estes últimos anos da eurovisão!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo15:47

      isto não é um festival da música e cultura portuguesas mas sim da seleção da música para a EUROVISÃO - PARABENS PELO COMENTARIO - infelizmente é dificil perceber isso. podemos fazer mais festivais de musica portuguesa, cultura portuguesa, etc ... mas neste não é preciso !!!!!!

      Eliminar
  25. Anónimo10:08

    Pois claro, isto e descriminacao, o juri não foi sincero nas votacoes só espero que o juri regional nao tenha esta atitude,

    ResponderEliminar
  26. Anónimo10:14

    Agora ja sabem que o publico nao favorece o inglês se a musica não for boa, mas a do pedro e a melhor canção e não e por ser em inglês , agora sabem o que têm a fazer na final

    ResponderEliminar
  27. Anónimo10:38

    Imaginem o Julio, o Toze Brito, o Galaza e a Dora no Voice em vez Anselmo, Maria Luisa, Mickael e a Aurea. A RTP nunca asseitava isso e nao devia asseitar isso para o Festival. E preciso pessoal que trabalhe atualmente na musica que se ouve na radio e televisao e nao pessoal que ja esteve ligado a Eurovisao com pouco succeso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo11:43

      Maria Luísa?

      Eliminar
    2. Anónimo12:31

      *aceitava *aceitar *sucesso Pontapé da gramática (h)

      Eliminar
  28. Anónimo10:52

    Não quero ser derrotista, nem atacar directamente os fãs do Salvador, mas isto está um bocado feito para ele ganhar e o juri tem poder para que isso aconteça. Basta dar a pontuação máxima ao Salvador, as pontuações mínimas a Pedro Gonçalves, Viva la Diva e Jorge Benvinda, talvez os mais concorrentes, e pôr ali pelo meio a Deolinda e o Fernando Daniel. O gap entre a pontuação do público e do júri é gigantesco no osoutros favoritos e já não é assim tanto no Salvador, que passa para a frente. Deviam abster-se de comentários e prévios, e diria mesmo mais... as pontuações das duas semi finais deviam ser conhcidas apenas após a final no Coliseu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:02

      nem mais...é triste :/

      Eliminar
  29. Senhor Julio, Deus queiras que vocé não repita o papel nunca mais na vida, pois a sua função era o de evaluar canções, instrumentalização, letras e não se pretendia discriminar canções pelo idioma.
    O problema não é seu, é de quem o convidou para um papel sumamente gigante para si.
    Agora só falta saber quantos daqueles senhores júriz entendem inglés?
    Senhor Julio entende as letras das canções em inglés? Nem uma palavra imagino pelo comentario feito por si."Preferi dar prioridade às canções portuguesas".
    A situação torna-se intoleravel quando depois de terminar vocé coloca a lenha a arder com comentarios desnecesários. Demontra muito o seu pouco saber estar, a falta de respeito aos próximo e aos compositores e cantores em questão.
    Eu tinha muita consideração por si, mas aquí morre totalmente por tudo o que demostrou.
    Eu não sou o compositor ou cantor porque isto não ficaria assim.
    Para o ano isto não vai melhorar, pelo contrario.
    Á Tvi ou á sic necesitamos urgente que lhes seija concedidos os directos da ebu/uer.
    O ano que seija eu ou muitos Eurofans verdadeiros a organizar um festival, portugal saira dos maus resultados e da vergonha e desinterese dos portugueses para com o Festival rtp e Eurosisão, porque só podem fazer-se as coisas bem quando se fazem com Amor, interés, paixão, conhecimento e dedicação.
    Estou que não acredito no que acabo de ver e vivir.
    Vergonha.
    Desapareça e volte quando saiba respeitar o próximo.

    ResponderEliminar
  30. Anónimo12:17

    PELO AMOR DE DEUS ponham a mariza liz no juri ou aquele Simon Cowell wannabe do factor x paulo ventura, esse seria optimo, antes isso...hgrrrrrrrr

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:05

      no juri regional? duvido xD

      Eliminar
    2. Anónimo23:47

      Não, no juri das semis. Mas nao tinha pensado nisso...oh well

      Eliminar
    3. Anónimo00:02

      duvido que deixassem, visto que tanto a marisa liz como o pauo ventura foram mentores de talent shows onde haviam concorrentes ali no fc

      Eliminar
  31. Anónimo12:17

    aquilo que o "grande senhor" Júlio Isidro fez foi ilegal. segundo o regulamento deste festival, as músicas poderiam ser apresentadas em qualquer idioma. assim, nenhum jurado tinha o direito de privilegiar uma canção com base na língua, mas sim na qualidade. não acredito que a canção do Pedro tenho sido a 2º pior em termos de qualidade, pelo que podemos ver que os outros jurados optaram pelo mesmo esquema de votação. se não vão votar com base no regulamento do programa, NÃO ACEITEM SER JURADOS. tão fácil quanto isso.

    ResponderEliminar
  32. Anónimo14:23

    Há quantos anos, este senhor e outros elementos do júri não veem o ESC? Deixem-se de parolices lusitanas, do eterno fado e de viver com a nostalgia dos mares nunca antes navegados de há mais de quinhentos anos... Estamos na era da globalização! Estamos a falar de música! É um festival! Uma competição! E é para entrar a ganhar! A minha música preferida até é em Português (é a do Salvador), mas porque tem um toque tão intimista que nos pode remeter a uma Sérvia 2007, que se sagrou vencedora... Mas, na semifinal em que nos encontramos na Eurovisão, com a quantidade de baladas, a melhor aposta é, sem dúvida, o Pedro Gonçalves! Em prol de um bom lugar na competição, coloco os meus gostos pessoais de lado por um lugar mais digno para o país... E quanto aos membros do júri, só tenho uma palavra a dizer: reformem-se!

    ResponderEliminar
  33. Anónimo15:05

    independentemente de qual canção eu goste mais ou não, acho que no voto do publico o salvador vai arrecadar o 2º lugar e depois o juri vai "puxar" para baixo aquela que o publico mais gosta - resultado ganha o salvador, depois na eurovisão eliminado na meia final - depois casa, e depois a RTP, vai dizer que para o ano é que é.

    uma canção ser em português ou inglês é indiferente, o que interessa é a qualidade, depois está lá o nome de Portugal, acabou-se.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:04

      "independentemente de qual canção eu goste mais ou não, acho que no voto do publico o salvador vai arrecadar o 2º lugar e depois o juri vai "puxar" para baixo aquela que o publico mais gosta - resultado ganha o salvador, depois na eurovisão eliminado na meia final - depois casa, e depois a RTP, vai dizer que para o ano é que é."

      (h)

      Eliminar
  34. Na minha opinião, até agora mais de 80% das 19 canções enviadas até a este ponto, à ESC2017 são da lingua inglesa, retirando a Hungria, França e Itália. Assim, Portugal deveria escolher uma canção portuguesa, pelo menos não repetir os outros países que decidiram escolher as canções na lingua nacional.
    Por essa razão defendo a opinião defendida pelo Julio Isidro, mas não nada contra a publíco porque eu votei. pelo menos, numa canção em Inglês.
    Pelo menos, temos de escolheu uma que não seja uma balada para Kiev, porque muita gente anda a criticar por causa disso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18:32

      O problema aqui é descartar canções por não estarem em português. E se fossem canções boas?

      Eliminar
    2. Há pelo menos 3 ou 4 canções que podem levar-nos à final. Pelo menos uma é balada e as outras não são. Portugal subiu para o 10º lugar das casas da apostas. Para si, quais são as melhores da seleção da final. Atenciosamente.

      Eliminar
  35. Anónimo17:53

    Então as musicas não são todas portuguesas ? Não dei conta que tivéssemos a escolher canções estrangeiras.
    Claramente está-se a querer forçar a favor duma determinada canção - salvador - no entanto esta parece-me que só serve para consumo interno e para ambiente especifico.

    as canções de Pedro e Jorge Benvinda parecem-me bem superiores, mais mexidas e alegres.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18:56

      "Claramente está-se a querer forçar a favor duma determinada canção - salvador - no entanto esta parece-me que só serve para consumo interno e para ambiente especifico."

      Estou gradualmente a começar a achar o mesmo, desde declarações a propagandas nas redes sociais por parte de alguns famosos (para além do Markl). Isto assim é jogo sujo e é injusto, embora já não seja novidade para nós. Esperemos estar todos redondamente enganados quanto a esta aparente tendência para que se leve à força o Salvador à vitória. Tenho a mesma opinião que tu quando referes tanto o "consumo interno" como quando falas nas outras duas canções serem superiores a "Amar Pelos Dois". Pena que nem toda a gente vê isso. Acrescentaria apenas os Viva La Diva, que na minha modesta opinião bem podiam os vencedores deste FC, e espero que assim o sejam, apesar de não me importar nada de ver em Kiev o Fernando.

      Eliminar
  36. Anónimo19:41

    "Júlio Isidro respondeu que não conhece o voto dos demais jurados individualmente". Não conhece??? Quem é que conhece, então??? A baldaria é assim tão grande, é? Em Espanha, pelo menos, existe uma Autoridade que controla os votos (também pelas linhas telefónicas!!), assim como a extracção de números de concursos (lotarias e afins). Daí sermos constantemente bombardeados pelas notícias derivados dessa mansidão.

    ResponderEliminar
  37. Mais "um tiro no pé" da RTP (depois de terem decidido abrir as votações 1 semana antes da Final)... é pena! Este tipo de atitude não faz qualquer sentido: se o regulamente previa qualquer língua a concurso, o júri tem de ser completamente isento e votar sem condicionalismos à partida.

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top