A Hungria escolhe, esta noite, os seus representantes para o Festival Eurovisão 2017 com a realização do A Dal 2017! Quem será o favorito do painel de comentadores do Olhares?

Baseado no sucesso dos Olhares sobre o Festival Eurovisão, iniciativa criada em 2009, o ESCPortugal estreou, no passado mês de dezembro, uma nova edição da iniciativa, totalmente dedicada aos processos de seleção para o certame europeu. Quer integrar o painel do Olhares nas próximas edições? Saiba como se inscrever no final do artigo.

Esta noite, a Hungria escolhe os seus representantes para o Festival Eurovisão 2017 com a realização da Final do A Dal 2016! 8 candidatos estão na corrida, sendo que o público e o júri são os responsáveis pelos resultados, em diferentes rondas e percentagens.

Saiba AQUI como acompanhar o A Dal 2017 e conheça os candidatos a concurso. 

Conheça, de seguida, as previsões do painel de comentadores:

Gonçalo Vieira aposta em Gabi Tóth & Freddie Shuman feat. Begi Lotfi e "Hosszú idők"
De entre as propostas algo banais que a Hungria conta este ano, a que acaba por se destacar mais é a canção interpretada por Gabi Tóth & Freddie Shuman feat. Begi Lotfi. Contando com toda uma mística muito étnica, creio que só esta canção poderá manter o historial de sucesso da Hungria no ESC... O resto iria passar demasiado despercebido na Europa.


Hugo Sepúlveda aposta em Gabi Tóth & Freddie Shuman feat. Begi Lotfi e "Hosszú idők"
Da selecção húngara gosto bastante de Hosszú Idök e Origo. Ambas representariam muito bem a Hungria e acho que se iriam destacar. Contudo, Hosszú Idök é a que mais gosto: uma música "folk" com bastante impacto, incluindo pelo que deu para ver nas actuações até agora, sobressai entre sonoridades mais comerciais e vulgares. Dá para ver claras influências de anos anteriores do ESC e algumas coisas deviam mudar para não serem tão idênticas. Ainda assim, é a melhor proposta da Hungria, bastante forte a nivel de instrumental e o húngaro soa muito bem. Todos os detalhes se complementam e dão ainda mais força à música. 



João Diogo aposta em Gigi Radics e "See It Through"
A Hungria foi fazendo várias escolhas erradas ao longo das eliminatórias do A Dal 2017 e tem, por isso, nesta final, alguns temas bastante fracos. Os meus preferidos são “See It Through” e “Hosszú idok”. “See It Through” é uma balada muito bonita que, apesar de não trazer nada de novo, é sempre agradável de ouvir. Já “Hosszú idok” possui vários elementos étnicos que a tornam diferente de qualquer outra coisa que já ouvimos. Qualquer uma delas seria uma boa escolha para a Hungria.



João Jorge aposta em Kállaz Saunders Band e "17"
Depois de uma grande canção do Kállay em 2014, eis que este ano volta a ser o meu preferido dentro deste oito finalistas, há canções fracas. ''17'' tem uma onda refrescante, uma canção que pode ter um grande impacto com a atuação ao vivo, ainda que não seja algo completamente novo que estejamos a ouvir. O David Henderson tinha a melhor canção do A DAL, mas eu acho que a Hungria vai conseguir ter uma grande prestação caso ''17'' ganhe.


Nuno Carrilho aposta em Gabi Tóth & Freddie Shuman feat. Begi Lotfi e "Hosszú idők"
Numa edição em que alguns dos melhores temas ficaram pelas galas anteriores, a Hungria não tem muitas hipóteses de fazer boa figura em Kiev. «Hosszú idők» é claramente a melhor candidatura para a Eurovisão. A sonoridade étnica é um dos pontos mais fortes da candidatura, marcando uma mudança na tendência que o país tem levado nos últimos anos. Destaco ainda o tema de Kállaz Saunders Band, outro dos meus favoritos.


Patrícia Gargaté aposta em Gabi Tóth & Freddie Shuman feat. Begi Lotfi e "Hosszú idők"
Uma belíssima voz e acho que tem tudo para dar uma boa prestação em Kiev. A sonoridade diferente faz com que fuja um pouco à plasticidade de outros temas que inevitavelmente vão estar a concurso! Sem dúvida a melhor do A Dal 2017, pela diferença e acima de tudo o vozeirão!



Ricardo Leal aposta em Gabi Tóth & Freddie Shuman feat. Begi Lotfi e "Hosszú idők"
De entre os finalistas do A Dal 2017, Gabi Tóth & Freddie Shuman feat. Begi Lotfi com “Hosszú idök” são os meus claros favoritos. Em caso de irem à Eurovisão, a proposta tornar-se-à uma das mais interessantes a concurso, sendo muito moderna e cativante. Destaco ainda a participação de Kállay Saunders, participante no ESC2014 com uma das melhores pontuações de sempre no concurso, mas que este ano deve ficar longe da vitória...


Vasco Cardoso aposta em Gabi Tóth & Freddie Shuman feat. Begi Lotfi e "Hosszú idők"
A minha escolha recai sobre Tóth Gabi: esta assume-se como sendo uma das favoritas à vitória da 7ª edição do A Dal. "Hosszú Idők" caracteriza-se como sendo uma música feita com os melhores ingredientes nacionais húngaros e com uma visão do que a Eurovisão pretende. Uma música original, vibrante, com sonoridades étnico-culturais da Hungria e porque não em Húngaro? Sem Dúvida uma boa aposta e quem sabe se não poderá a vir a ser a melhor participação Húngara na Eurovisão!


Aceda, de seguida, aos resultados das votações dos 8 comentadores:

Quer fazer parte do painel de comentadores das próximas edições do Olhares sobre as finais nacionais? Envie-nos os seus comentários (poderá enviar para todas as finais nacionais) AQUI.

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte/Imagem: ESCPORTUGAL / Vídeo: Youtube

1 comentário(s):

Temas em Destaque

 
Top