A emissora espanhola RTVE não realizará a habitual conferência de imprensa com os candidatos do Objetivo Eurovisión. Os eurofãs espanhóis manifestaram o seu desagrado nas redes sociais.

Não haverá conferência de imprensa do Objetivo Eurovisión 2017. A notícia foi avançada pelo portal Bluper.es, tendo sido confirmada pelo site eurovision-spain junto da emissora, que decidiu não apresentar perante os orgãos de comunicação social o seu processo de seleção para o Festival Eurovisão 2017.

Quando confrontada com a notícia, a emissora espanhola RTVE garantiu que está prevista uma conferência de imprensa com o vencedor do programa, que será realizado no próximo sábado e terá transmissão no canal principal da estação.

Os eurofãs espanhóis discordaram da decisão da emissora, garantindo que se "perde uma plataforma de promoção para a emissão e para os artistas" e que "os concorrentes têm cada vez menos meios para apresentar os seus projetos na imprensa". De realçar que a data da realização do Objetivo Eurovisión 2017 apenas foi confirmada no passado sábado, algo que também suscitou contestação nas redes sociais.

A competição contará com os cinco candidatos escolhidos internamente pela emissora espanhola, Mirela, Manel Navarro, Paula Rojo, Mario Jefferson e Maika, e com a vencedora do #EuroCasting, LeKlein. O modelo de votação ainda não foi revelado pela emissora.

Aceda AQUI a todos os temas a concurso.

Estreante em 1961, Espanha participou initerruptamente no Festival Eurovisão contabilizando um total de 56 participações. Com duas vitórias no curriculum em 1968 e 1969, o país tem ficado de fora dos bons resultados nos últimos anos: a última presença no pódio aconteceu em 1995 (2.º) e, desde então, apenas conquistou sete presenças no top10. Em Estocolmo, Barei e Say Yay foram os representantes espanhóis tendo terminado a competição no 22.º posto da Grande Final, apesar de algum favoritismo inicial. Recorde, de seguida, a atuação:


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: eurovision-spain /Imagem: RTVE/Vídeo: Youtube

6 comentário(s):

  1. Anónimo18:58

    As coisas andam mesmo más em território espanhol... é uma pena, pois na minha opinião são um bom país no ESC e que por hábito leva grandes canções.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo19:46

    Não realizam conferência, não anunciam o modelo de votação... credo até a RTP é um bocadinho melhor
    Os espanhóis têm toda a razão para se indignarem

    ResponderEliminar
  3. Anónimo20:35

    Ou a direcção responsável muda no próximo ano ou muito me engano ou a Espanha está já com um pé fora do ESC'18....

    ResponderEliminar
  4. Anónimo20:36

    Como e possivel irem fazer uma final nacional no sabado e a 3 dias d mesma nao se sabe a votacao? Ate a nossa RTP costuma dizer

    ResponderEliminar
  5. Anónimo22:36

    Isto anda mau para os lados de nuestros hermanos. Muita falta de profissionalismo da parte da RTVE.

    ResponderEliminar
  6. A RTVE tem andado perdida na sua trajetória Eurovisiva. Insistem na fábula da internacionalização e a expectativa despropositada criada a cada ano só aumenta o peso dos resultados obtidos. Para 2017, quiseram fazer algo que soasse grande, mas a seletiva tem se revelado uma série de equívocos. Havia, e creio que ainda há, boas músicas a selecionar. Mas foi algo que se estendeu e se desenvolveu de forma confusa demais para que o público pudesse se sentir parte do processo.

    Tendo em vista o quase abandono do Objetivo Eurovisión, a esta altura creio que a estação já está resignada de que, no que depender dos fãs, a vencedora será "Ouch". É uma canção que está com eles há meses, ao passo que as demais não puderam formar o mesmo tipo de conexão. Parece-me que tratam essa final quase que como uma formalidade. A energia posta no evento era tão alta no início e vem gradativamente dissipando ao ponto em que praticamente já não se fala mais daquilo.

    Fico surpreso que, dentro de uma das mais fortes comunidades de eurofãs, se faça tão pouco para tentar mudar esse cenário. Creio que ainda precisam acordar da ilusão de que sempre “têm uma grande canção, são favoritos e acabam injustiçados”, o que parece ser o mantra espanhol a cada ano.

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top