Christer Björkman revelou quando pretende deixar de ser o responsável pelo Melodifestivalen.


Christer Björkman é muitas vezes apelidado de senhor Eurovisão, por ter transformado o Melodifestivalen na mais apetecida das finais nacionais europeias e ter elevado a Suécia ao lugar de maior potência eurovisiva. 

Björkman revelou agora, no podcast Schlager-Micke and his Friends, que dentro de quatro anos quer deixar de ser o responsável pelo Melodifestivalen. Ou seja, em 2021 produzirá o evento pela última vez. Björkman avançou ainda com o nome de quem gostava que o substituísse: Karin Gunnarsson. "Ela tem potencial, entende o formato, o potencial e principalmente reconhece um grande êxito musical", afirmou Björkman. Karin Gunnarsson trabalha na rádio P3 e esteve envolvida na produção da Eurovisão 2016. Este ano, foi apontada como a porta-voz do júri do Melodifestivalen.

Em 2021, Christer Björkman celebrará 21 anos de Melodifestivalen. Ajudou a transformar o evento de apenas uma noite para um espetáculo de várias semanas. Em 2010, após Anna Bergendahl falhar a qualificação para a final, substituiu o júri regional por um internacional. Conta com duas vitórias na Eurovisão e dois top3. Sempre afirmou que o seu objetivo era igual o número de vitórias da Irlanda na Eurovisão, estando agora a apenas uma vitória de atingir esse feito.


Com 56 participações desde a sua estreia, em 1958, a Suécia é o segundo país com maior número de vitórias no Festival da Eurovisão - 6: 1974, 1984, 1991, 1999, 2012 e 2015. Em Estocolmo, o país fez-se representar por Frans e o tema If I Were Sorry que arrecadou a quinta posição com um total de 261 pontos.:

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte e Imagem:wiwibloggs / Vídeo: eurovision.tv

0 comentário(s):

Enviar um comentário

Temas em Destaque

 
Top