A EBU/UER confirmou que Malta desistiu da organização do Eurovision Young Dancers 2017. O concurso está em risco e poderá regressar apenas em 2019.

Depois de dias de especulação sobre o Festival Eurovisão de Jovens Dançarinos 2017 (AQUI), a EBU/UER confirmou que a emissora estatal de Malta cancelou a organização do evento devido a "circunstâncias fora do seu controlo", sendo pouco provável que o concurso venha a ser realizado.

"A EBU/UER anunciou, lamentavelmente, que a edição de 2017 do EYD não terá lugar em Valletta, Malta, como anteriormente afirmado. A PBS concordou em realizar o evento em 2015, mas devido a circunstâncias fora do seu controlo foram forçados a cancelar a competição prevista para junho de 2017. Ao contrário do ESC, onde os membros concordam em organizar o concurso em caso de vitória, no EYD não há qualquer obrigação para os radiodifusores organizarem. Por conseguinte, a EBU/UER confia nos seus membros para assumir as responsabilidades e os custos parciais da emissora anfitriã" pode ler-se no comunicado oficial da EBU/UER.

Contudo, apesar de pouco provável, o organismo máximo do evento garante que a edição de 2017 poderá ser realizada noutro país: "A EBU/UER está atualmente à procura de outra emissora anfitriã, mas se não houver nenhuma oferta num curto espaço de tempo, a competição não será realizada e regressa em 2019".

A confirmar-se o cancelamento do EYD2017, esta será a segunda vez que o formato é cancelado: a primeira vez aconteceu em 2007, quando a emissora suíça SRF e a EBU/UER concordaram em não realizar o concurso em Lausanne, sendo adiado para 2009, quando foi novamente cancelado devido à falta de interesse. O formato reapareceu em 2011, quando Vladislav Yakovlev assumiu o cargo de Supervisor Executivo para o concurso, cargo que desempenhou até 2015.

O arquipélago de Malta foi escolhido para sediar a 15.ª edição do Eurovision Young Dancers a 9 de junho de 2017. Pela primeira vez na história do concurso, este seria realizado ao ar livre: a sede seria o Grand Harbour, porto natural na capital do país (AQUI). Até ao momento, seis países haviam confirmado a participação no evento, Alemanha, Chéquia, Eslovénia, Malta, Noruega e Polónia, sendo que a Áustria, Finlândia, Letónia. São Marino e Ucrânia anunciaram que não se farão representar no concurso.

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: EBU/UER /Imagem: EYD

0 comentário(s):

Enviar um comentário

Temas em Destaque

 
Top