A poucos dias do fim do ano, a imprensa sueca revelou os dez programas mais vistos em 2016: as seis galas do Melodifestivalen e a Grande Final do Eurovision Song Contest 2016 estão em destaque nas audiências.

A emissora estatal sueca SVT é a grande vencedora das audiências de 2016 no país, avança a imprensa do país, sendo responsável por 9 dos 10 programas mais vistos ao longo do ano. Contudo, apesar de não liderar, o Melodifestivalen 2016, certame utilizado para a seleção dos representantes do país no Festival Eurovisão, é o grande destaque do top10, com as seis galas a figurarem nos programas mais vistos do ano.

A Grande Final do evento, transmitida a 12 de março, foi o terceiro programa mais visto do ano com um rating de 37,9%, o que se traduziu em mais de 3 milhões e meio de pessoas a acompanharem a eleição de Frans. As quatro semifinais do concurso seguem-se na tabela, com audiências entre os 3,3 e os 3,1 milhões de espectadores, enquanto que o Andran Chansen ocupa a 9.ª posição com 2 milhões e 958 mil espectadores.

Por sua vez, a Grande Final do Festival Eurovisão 2016, concurso sediado em Estocolmo, alcançou a segunda posição no raking sueco com um total de 3 milhões e 670 mil espectadores (39,04% de rating), sendo apenas ultrapassado pelo especial Pato Donald e os seus Amigos que foi acompanhado por 3,7 milhões de suecos na Véspera de Natal.

De entre os 10 programas mais vistos do ano, apenas o 10.º lugar não foi transmitido pela SVT: o jogo de futebol entre a Suécia e a Bélgica no Campeonato da Europa, que ditou o afastamento da seleção sueco do torneio, foi acompanhado por 2 milhões e 900 mil suecos através da TV4.

Aceda, de seguida, aos dez programas mais vistos na Suécia:


Com 56 participações desde a sua estreia, em 1958, a Suécia é o segundo país com maior número de vitórias no Festival da Eurovisão- 6: 1974, 1984, 1991, 1999, 2012 e 2015. Em Estocolmo, o país fez-se representar por Frans e o tema If I Were Sorry que, apesar de estar longe dos favoritos dos eurofãs, arrecadou a quinta posição com um total de 261 pontos. Recorde, de seguida, a atuação do jovem:


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: dagensmedia.se / Imagem/Vídeo: eurovision.tv

5 comentário(s):

  1. Anónimo15:32

    Boa tarde EscPortuga, desdo já devo dar-vos os parabéns pelo site, está realmente muito bom. Venho apenas manifestar a minha opinião e levem isto como uma crítica mas CONSTRUTIVA. Tenho reparado que saem imensos artigos por dia em relação a cada país individualmente como: os candidatos que vão competir na seleça da Albânia para a Eurovisão, como a companharo espetáculo, possíveis concorrentes etc. E eu pergunto-me para os fãs da Eurovisão portugueses os pormenores da seleção da Albânia interessam? Porque não optam por publicar artigos mais gerais como: veja qual o representante de X país. Este artigo no qual estou a escrever é interessante pois é Geral, e que de forma direta ou não Portugal está incluído. O vosso trabalho é incrível, basta olharmos para o excelente trabalho de pesquisa que efetuaram no artigo relativo a possíveis espaços para se realizar o FESTIVAL DA CANÇAO '17. Fica a sugestão. :) PS.: peço que aprovem o cometário e não levem como uma critica diatrutiva. :p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Anónimo

      Agradeço a tua crítica, que será analisada por toda a equipa. Obrigado pela preferência! Votos de boas entradas, NC

      Eliminar
    2. Anónimo22:10

      Nao concordo nada com o anonimo das 15:32 pois apesar de ele nao acompanhar a final albanesa por exemplo ( eu proprio nao acompanho) ha sempre quem goste de acompanhar e ver... eu proprio nao acompanho.. apenas as que mais me agradam que sao o Melodifestivalen e o Dansk Melodi grand prix e claro o FC.. mas ha sempre quem acompanhe todas as finais nacionais... continuem com o vosso bom trabalho ESCPortugal

      Eliminar
    3. Boa Noite.

      Lendo o comentário do anónimo das 15:32, vou dar a minha opinião.

      Contrariamente ao que foi dito pelo anónimo, ainda que eu perceba e respeite o seu ponto de vista, na minha opinião esses aspetos são alguns dos que fazem algo que é característico do ESC Portugal: a diferença. A diversidade e qualidade dos artigos, em conjunto com as informações completas que vemos aqui quer em notícias como noutros aspetos são, para mim, aquilo que faz este site marcar a diferença em relação aos outros sites eurovisivos.

      Com isto, quero eu dizer que sinceramente discordo que no site não seja merecido o destaque a este tipo de notícias como referiu - por exemplo as músicas/artistas a concurso no país X ou Y. Ainda que muitas pessoas ou até mesmo grande parte - e eu sou uma dessas pessoas - não assistam a todas as finais nacionais ou não tenham interesse, há que pensar na outra minoria que se calhar até se interessa por acompanhar todo o processo desde a final nacional até ao ESC, não digo de todos os países, mas se calhar de um ou outro que tenha alguma "ligação" eventualmente. O ESC Portugal é "feito" por todos nós visitantes e nós é que fazemos o site crescer com visitas, à procura desta ou daquela notícia que estamos à espera e quanto a isto há aquelas pessoas que procuram notícias de todos os países, outros só de Portugal, outros viram que um artista Z do qual são fãs vai participar numa final nacional e querem estar de perto, outros ficam à espera se no lote de concorrentes está algum de volta como está a acontecer com a Loreen, por exemplo... Por isso mesmo acho que não faz grande sentido excluir ou limitar o leque de notícias... pode até dar trabalho em ir à procura de informação todos os dias de todos os países, tudo bem, compreendo até porque trabalho na área da comunicação social, mas com organização tudo se consegue e certamente isso não deve faltar aqui. Se a questão é o facto de ser "ESC Portugal" e não "ESC Global" ou whatever, acho que claramente se percebe que, felizmente, o fosso de notícias portuguesas é claramente superior às notícias sobre outros países, aliás, o ESC Portugal ainda faz questão de colocar artigos sobre cantores que já não participam no FC, mas que de alguma forma ficaram ligados ao certame!

      Sobre outro assunto: ESC Portugal, não optem como alternativa a títulos do género "Saiba quem é, Veja quem é, etc etc", perdoem-me, mas isso para mim não é nada. Continuem com os títulos que tem colocado que são na mesma apelativos.

      Além disso, acho que podiam continuar a colocar artigos sobre como acompanhar o espetáculo/semifinal/final etc etc daqui ou dali. Há países e países e há galas que são em países com canais mais "desconhecidos"... dou um exemplo: quantos eurofãs portugueses ou de outro país saberão os nomes das emissoras dos países "menos influentes" da Europa? Apesar de se encontrar em menos de 5 min. na net, se calhar só aqueles que assistem assiduamente a esses espetáculos em questão é que saberão. Aliás, o mesmo que é dito aqui é válido para a forma como é visto o FC lá fora: muitas vezes, e lembro-me que isso aconteceu em 2014, os eurofãs estrangeiros tinham a sua opinião sobre que música é que deveria ter vencido.

      Já agora, e aproveitando o contexto, se há alguma coisa que poderiam levar da minha parte como crítica construtiva, é a relevância que dão a artistas "não-FC" e que só foram participantes do "A Escolha é Sua". Dou como exemplo o David Carreira, já vi aqui um ou dois artigos sobre ele após ter vencido este ano a votação, quando ele para além desse 1º lugar não tem mais nenhuma ligação com o FC. Isso é que a meu ver não tem tanto a ver com a essência do site, a menos que ele agora fosse compositor ou viesse a estar de alguma forma ligado a um futuro FC.

      Peço desculpa por este "big" testamento. Duvido que o tenham lido na íntegra, mas pronto, de qualquer das formas é esta a minha opinião e acabei por desenvolvê-la.

      De resto, continuem o bom trabalho, ESC Portugal! ;)

      Eliminar
  2. Anónimo16:01

    Aqui se o festival da canção tivesse grandes musicas também ia ser sucesso em audiências mas a rtp não entende isso

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top