Barei, representante espanhola em Estocolmo, acusa o chefe de delegação da RTVE, Federico Llano, de ser o responsável pelo mau resultado alcançado no Festival Eurovisão 2016.

Mais de seis meses depois, o 22.º lugar de Barei no Festival Eurovisão 2016 continua a 'dar que falar'. A cantora espanhola, contudo, não tem qualquer dúvida: Federico Llano, chefe de delegação da RTVE, é o responsável pelo mau resultado alcançado.

Em entrevista à revista Shangay Voyaguer, Barei descreve a experiência eurovisiva como fantástica: "Foi tudo muito positivo, tirando o desgosto que tive na noite da Grande Final pela classificação que alcancei. Teria sido fantástico trazer um grande resultado, mas não consegui" afirma, garantindo que  teve receio do regresso a Espanha, "Fui recebida por imensas pessoas e recebi inúmeros abraços e carinhos. Não esperava que me recebessem de braços abertos... Até os haters me mandaram mensagens de apoio. As pessoas valorizaram o meu trabalho acima dos números". Contudo, a cantora recorda o enorme choro após a Grande Final do concurso: "Comecei a chorar antes da conferência com os jornalistas. Eu nem sequer sabia o resultado final, mas só pedia desculpa a todos". 

Porém, para Barei, o único ponto negro da experiência eurovisiva esteve relacionada com a coreografia em palco, dando as culpas a Federico Llano, chefe de delegação espanhola: "Não quis armar um escândalo, mas foi algo muito forte. Federico Llano nunca enviou o nosso projeto com mais de setenta páginas para a atuação em Estocolmo.", afirma, atribuindo-lhe a responsabilidade do mau resultado alcançado no concurso. "Nunca mais o vi, mas se me voltar a cruzar com ele, não nos iremos falar" admite.

Recorde AQUI algumas das anteriores declarações de Barei.

Apontada como uma das favoritas à vitória em Estocolmo, Barei e Say Yay terminaram o concurso na 22.ª posição com 77 pontos: o televoto colocou o país na 24.ª (e antepenúltima) posição com 10 pontos, enquanto que os júris internacionais deram-lhe o 14.º lugar com 67 pontos. Recorde, de seguida, a atuação de Barei:


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte e Imagem: FormulaTV / Vídeo: eurovision.tv

9 comentário(s):

  1. Anónimo19:17

    Como a se a coreografia fosse tudo!

    ResponderEliminar
  2. Eu acho que a Espanha merecia ter ficado bem classificada. A canção era boa, a voz melhor ainda, foi muito injusto. Assim como foi injusto o televoto com a Republica Checa... 0 pontos?! Até doeu ouvir os resultados... Para mim, Espanha, Republica Checa e Reino Unido foram os mais injustiçados deste ano.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo21:35

    Pois pois... Para uma canção de m#@&a (mil perdoes pelo palavrao) não há salvacao possivel.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, pois... Uma canção de m#@&a mas se fosse representante da Suécia ou da Rússia teria ficado no top, essa é que é a verdade.

      Eliminar
    2. Anónimo16:35

      Concordo com o Cláudio

      Eliminar
    3. Anónimo00:50

      pois eu discordo do Claudio, a Suecia e Rusia apesar de sempre ter certo favoritismo injustificado sempre levam as apresentacoes bem trabalhadas e grandes promocoes em outros países coisa que ja nao posso dizer sobre outros....

      Eliminar
    4. Então, mas por isso mesmo é que ela critica o chefe da delegação da TVE... A atuação não foi como ela queria que tivesse sido... Ou será que você não leu a notícia?

      Eliminar
  4. Anónimo22:02

    Acontece por cá o mesmo.

    ResponderEliminar
  5. Ricardo Alves00:02

    Quando a canção é fraca e a coreografia em palco tambem nao é nada de especial, não ha nada a fazer

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top