Oleksandr Kharebin, produtor executivo do Eurovision Song Contest 2017, atualizou o estado das preparações para o evento.


O produtor executivo do Festival da Eurovisão de 2017, Oleksandr Kharebin, deu uma entrevista à rádio Voice of the Capital onde atualizou o estado das preparações para o evento. Kharebin voltou a afirmar que os prazos estão a ser cumpridos e que a lista negra de artistas russos não será revogada.

Quanto à construção do palco e das bancadas, está a decorrer um concurso público para escolher a empresa responsável por tal tarefa. Até ao fim do ano, espera-se que esta tarefa esteja terminada. O logótipo e slogan do ESC2017 deverão ser revelado na próxima semana, sendo que a União Europeia de Radiodifusão aprovou-os no início deste mês.

Como noticiámos AQUI, os apresentadores já estão a ser escolhidos. Foram convidados os 10 melhores apresentadores masculinos e as 10 melhores apresentadoras femininas do país, sendo que a proficiência em inglês e francês é um dos mais importantes requisitos. O desenho do palco encontra-se já em fase avançada, estando a companhia responsável pelo mesmo a dar os retoques finais. A escolha da empresa responsável pela venda dos bilhetes está também quase terminada. Finalmente, o operador turístico que será responsável pela marcação das estadias de cerca de duas mil pessoas, mil jornalistas e mil delegados, está também quase finalizada. 

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: eurovoix / Imagem: EBU

5 comentário(s):

  1. Anónimo16:30

    PArece me tudo bem

    ResponderEliminar
  2. Anónimo18:25

    O slogan deve ser “Here our voices”

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:03

      “Here our voices”?!?!

      Aqui nossas vozes... ali... o desnexo...

      Eliminar
  3. Anónimo20:18

    Fico feliz por estar tudo a andar sobre rodas. Força Ucrânia, que a EBU e muitos países estão a apoiar-te (é essa a obrigação de uma União!).

    ResponderEliminar
  4. Anónimo00:45

    a lista negra continua-me a parecer uma grande estupidez e uma enorme falta de profisionalidade

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top