O site oficial do Festival Eurovisão Júnior revelou a votação discriminada dos júris infantis da competição: a Arménia foi o país mais votado pelas crianças, mas não superou a Geórgia na classificação geral.

A Geórgia venceu a 14.ª edição do Festival Eurovisão Júnior, mas não conseguiu o consenso nas diferentes variantes da votação: Mariam Mamadashvili foi a favorita do júri adulto, mas ficou em oitavo na votação do júri de especialistas e em sexto no júri infantil. Contudo, essa última votação, foi revelada em somatório, repetindo o que foi feito no Festival Eurovisão 2016 com a votação do público.

Deste modo, a organização do evento revelou no site oficial do concurso a votação discriminada dos júris infantis dos 17 países a concurso. A Arménia foi a favorita das crianças, recolhendo 110 pontos, mas não recebeu qualquer pontuação de Israel e Polónia, seguida da Rússia e Malta, ambas com 105 pontos. Contudo, nenhum das 17 candidaturas conseguiu recolher votos de todos os países: Malta (3.º), Bulgária (7.º), Itália (4.º) e Austrália (5.º) foram votados por 15 dos 16 países possíveis.


No que diz respeito às pontuações máximas, a vencedora Geórgia destacou-se, tendo recebido três doze pontos: Ucrânia, Austrália e Chipre. Por outro lado, Arménia, Rússia, Austrália, Holanda, Itália e Malta foram premiados com duas pontuações máximas, enquanto que Polónia e Bielorrússia receberam uma pontuação máxima.

Recorde, de seguida, a votação discriminada do júri adulto e a votação geral do evento:






Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte/Vídeo: JuniorEurovision/Imagem: ESCPortugal

1 comentário(s):

  1. Anónimo15:43

    Sistema de votação muito criticado. Deviam voltar com o televoto...

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top