A delegação de Israel reagiu às vaias dirigidas ao país durante a votação do Festival Eurovisão Júnior 2016: "É triste vivermos num mundo onde a política se infiltra num concurso infantil".


Tal como acontecera no Festival Eurovisão Júnior 2014, também sediado em Malta, a transmissão do passado domingo ficou marcada pelas vaias do público aos países que não votavam no país anfitrião, situação que não agradou aos visados. Itay Limor, porta-voz da votação israelita, foi um dos vaiados durante a transmissão por ter apenas entregue 1 ponto a Malta, sendo que a situação se voltou a repetir com a votação da Holanda que não entregou qualquer ponto a Christina Magrin.

Yoav Ginai, membro da delegação israelita, condenou a situação nas redes sociais, revelando que as vaias começaram antes do anúncio dos votos: "Já estive em muitos concursos de música, mas nunca tinha visto nada parecido a isto. Como os votos foram automáticos, o nosso representante estava a ser filmado e conforme a palavra Israel apareceu, a multidão começou a apupar em uníssono. É triste vivermos num mundo onde a política se infiltra num concurso infantil".

O chefe de delegação do país, Aliza Dayan Hamama, que também ocupa o chefe do departamento infantil na IBA, afirmou, em comunicado, que "É lamentável que essas coisas aconteçam num concurso musical infantil, que funciona como uma forma de unir as pessoas através da música. Estamos orgulhosos de Shir e Tim pela sua grande e profissional atuação e vamos continuar a representar orgulhosamente Israel a qualquer hora e em qualquer lugar."

Até ao momento, nenhum representante da emissora de Malta PBS ou da EBU/UER reagiram a essa situação.

Aceda, a partir dos 7:30, à votação de Israel na competição e recorde, de seguida, a atuação de Shir & Tim no palco eurovisivo:



Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: eurovoix / Imagem/Vídeo: junioreurovision,tv

4 comentário(s):

  1. Anónimo14:40

    Em todas as edições do jesc só tem assobios em Malta , 2014 e 2016... uma palhaçada

    ResponderEliminar
  2. Anónimo15:23

    Não acho que tenham sido diretamente a Israel por por teram dado poucos pontos a Malta... enfim

    ResponderEliminar
  3. Anónimo18:17

    Malta muito ma organizadira destes eventos por este motivo

    ResponderEliminar
  4. Por isso o jesc devia acabar

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top