A emissora estatal ucraniana NTU afirmou que não conseguirá cumprir os prazos para a preparação do International Exhibition Center para o Festival Eurovisão: "Precisamos de mais cinco dias para que tudo fique pronto a tempo".

Além das questões de segurança e reforma de infraestruturas que a capital da Ucrânia está a enfrentar, a sede do concurso, a International Exhibition Center, também será alvo de algumas reparações, antes do início dos trabalhos para o Festival Eurovisão. Contudo, a emissora ucraniana garante que não conseguirá os prazos definidos.

A última exposição presente no IEC terminará a 20 de março, sendo que os preparativos para a competição musical poderão começar nesse dia, sendo que as obras de montagem do palco e infraestruturas começarão a 1 de abril. Contudo, os responsáveis da NTU afirmam a necessidade de ter mais cinco dias para os trabalhos: "Falámos com a pessoa que trata da exposição e tentamos que a mesma aconteça um pouco antes, porque precisamos um pouco mais de tempo do que aqueles que se dispuseram a ceder. A exposição termina a 20 de março e nós precisamos de mais cinco dias. Mas é uma questão de trabalho" afirmou Zurab Alasania, diretor-geral demissionário da cadeia televisiva.

Além disso, Zurab garante que a visita do Grupo de Referência da EBU/UER será crucial para a organização ucraniana: "Entre 9 e 10 de novembro iremos receber o Conselho de Supervisão do Festival Eurovisão que irão fazer uma visita crucial. Eles irão inspecionar todos os locais para fazer o veredito: sim ou não. Se será a Ucrânia a realizar ou não. Mas eu não duvido por um segundo do seu veredito" garantiu, recusando comentar as especulações sobre a eventualidade da Rússia organizar a competição em caso de chumbo da organização ucraniana.

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: ESCDAILY, ESCKAZ / Imagem: NTU

1 comentário(s):

Temas em Destaque

 
Top