A revista à portuguesa "Ol(h)á Florbela" continua em digressão pelo país e este fim de semana celebra os 60 anos de carreira de Florbela Queirós.


Depois de “É Revista, com certeza!”, com participação de Vera Mónica e de Mariema, e “Mais Riso, é o que é preciso!", que contou com António Calvário como atração musical (recorde destaque do ESCPORTUGAL AQUI), "Ol(h)á Florbela" é a nova revista preparada para assinalar os 60 anos de carreira de Florbela Queiroz - data que se assinala este fim-de-semana.

"Ol(h)á Florbela" é uma nova revista à portuguesa, preparada para digressão nacional, que promete duas horas de humor e de entusiasmo. É um hino à boa disposição, onde se podem esperar gargalhadas soltas, pensamentos alegres e um contágio de bons momentos, lê-se na apresentação à qual tivemos acesso. É uma revista atual, onde estará presente a crítica social, a sátira, a emoção e o afeto. Momentos de fado e de cantigas serão também uma das atrações deste espetáculo.

Com espectáculos todas as semanas, e a agenda já muito preenchida para o próximo ano, Florbela Queiroz assume este regresso como uma espécie de “renascimento” depois de uma época pautada por momentos menos bons. “É no palco que os artistas devem estar”, tem referido muitas vezes. E é nos palcos que se manterá ao lado de um elenco de luxo: Vera Mónica, participante no Festival da Canção 1977, Marisa Carvalho, Raquel Caneca e Gonçalo Brandão. Números como a “Alentejana” ou o “Tropa”, protagonizado por Florbela Queiroz, têm levado o público às gargalhadas, tal como a “Casa de Fados”, o “Pau de Selfie” ou a “Pizza”. Por sua vez, Marisa Carvalho, responsável pelo quadro sério da revista – o “Emigrante” tem sido aplaudida de pé, de forma efusiva, entre muitos “bravos”. A música é também um aspeto a destacar neste espetáculo, ou seja, para além das canções que acompanham as rábulas, Vera Mónica interpreta ainda dois fados belíssimos.




O espetáculo conta com textos originais de Flávio Gil, Marisa Carvalho e Renato Pino, sendo a música e orquestrações do maestro Carlos Dionísio. O guarda roupa, gentilmente cedido pelo Grupo Gente Gira, foi criado por Carlos Mendonça. A encenação e a direção de atores está a cargo de Isabel Damatta. 

Este sábado estará em Montelavar. Para saber as datas e locais da digressão, esteja atento à agenda do ESCPORTUGAL presente na coluna à direita do ecrã.



Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte e imagem: PRODUÇÃO OL(H)Á FLORBELA 

0 comentário(s):

Enviar um comentário

Temas em Destaque

 
Top