O representante do Vaticano na Ucrânia desmentiu que a Santa Sé tenha tentado influenciar a escolha do local da cerimónia de abertura do Eurovision Song Contest 2017.


O representante da Santa Sé na Ucrânia emitiu um comunicado onde desmente que o Vaticano tenha tentado influenciar a escolha do local da cerimónia de abertura da Eurovisão 2017. No início do mês, os media ucranianos e russos noticiavam que o Vaticano estava contra a realização da cerimónia na Catedral de Santa Sofia, como pode recordar AQUI.

No comunicado é possível ler que "ninguém da Santa Sé oficialmente ou secretamente interveio na organização do Festival Eurovisão da Canção de 2017, estando no entanto atenta ao problema e partilhando as preocupações dos crentes. Portanto, essas publicações não têm fundamento."

O representante da Santa Sé afirmou ainda que a construção deve ser interrompida se for considerada ilegal, mas que a matéria está nas mãos da câmara municipal de Kiev. 

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: Eurovoix / Imagem: Google

3 comentário(s):

  1. Anónimo16:25

    Acho que como o Festival abraça várias culturas deveriam repensar no local, religião não deveria ser envolvida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O local não está ligado à Igreja, agora, nem se celebra "missa". É considerado Monumento, local histórico "apenas"

      Eliminar
  2. Virginia Costa21:26

    Qual o mal!?!? Açho aquela ermida bem linda

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top