A emissora eslovaca RTVS e a emissora turca TRT anunciaram que não se farão representar no Festival Eurovisão 2017, negando os rumores que davam conta da possível participação dos dois países.

Depois de Zurab Alasania, diretor geral da NTU, ter garantido que não tinha recebido nenhuma resposta negativa por parte da emissora eslovaca sobre o Festival Eurovisão 2017, o que despoletou uma série de rumores, os responsáveis da RTVS garantiram que a Eslováquia não estará representada em Kiev. De realçar que, antes do prazo de pré-inscrição terminar, a emissora já havia garantido que não participaria na próxima edição, como pode recordar AQUI.

Também a Turquia não estará representada em Kiev. A emissora TRT já havia anunciado que não participaria na próxima edição (AQUI), sendo que, recentemente, algumas organizações não-governamentais (AQUI) tentaram, sem sucesso, fazer com o que o diretor-geral da emissora turca mudasse de ideias, conforme foi anunciado pelo mesmo. Porém, Zurab Alasania confirmou que a organização do Festival Eurovisão está em contacto com uma emissora privada turca para assegurar a transmissão do evento.

O Festival Eurovisão da Canção de 2017 conta, assim, com 41 países confirmados provisoriamente: Albânia, Alemanha, ARJ Macedónia, Arménia, Áustria, Azerbaijão, Bélgica, Bielorrússia, Bulgária, Chéquia, Chipre, Croácia, Dinamarca, Eslovénia, Espanha, Estónia, Finlândia, França, Geórgia, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Islândia, Israel, Itália, Letónia, Lituânia, Malta, Montenegro, Noruega, Polónia, Portugal, Reino Unido, Roménia, Rússia, São Marino, Sérvia, Suécia, Suíça e Ucrânia. Por outro lado, a Bósnia-Herzegovina foi o único país a anunciar a sua retirada depois da participação em Estocolmo, enquanto que, a Austrália e a Moldávia, participantes em Estocolmo, não fizeram qualquer declaração sobre a próxima edição.

Recorde, de seguidas, as últimas participações da Eslováquia e da Turquia no Festival Eurovisão em 2012:



Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: ESCPedia/ESCToday / Imagem/Vídeo: eurovision.tv

3 comentário(s):

  1. Anónimo20:01

    E a vida continua, o mundo avança ... é um concurso de canções e não de países pois nenhuma nação está a espera de ver nisto uma plataforma de se mostrar superior às restantes ... espero eu ... não é Rússia? Agora não saber jogar todo e qualquer jogo porque nunca se concorda com as regras quando elas não nos favorecem ... lembra-me os tempos de infância ... por isso como é que é Turquia? Too-proud-much? Sore-loser-much? A Eslováquia á daqueles países em que a Eurovisão nunca aqueceu nem arrefeu os animos de ninguém ... quase que ninguém se apercebe dela ... mas guardo uma bela memória da voz do Marcel Palonder de 1996 enquanto que toda a gente só se lembra da pimbalhada-shakirada de 2010 ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enquanto no quadro electronico estiverem nomes de paises,nao de cançoes,e um concurso musical entre paises.Sim,a Eslovaquia muito boa durante os anos 90,para mim Katarina Hasprova com"Modlitba"em 98 foi a melhor entrada eslovaca de sempre.2010 foi shakirada DESAFINADA!

      Eliminar
  2. Pena por ambos os paises estarem de fora do ESC 2017,mas sobretudo sinto falta da Turquia,se bem que ate compreenda parte das razoes evocadas.Fiquei maravilhado,pelo som e pelo tema, com o video do dia ,"Ses etme" pelos Athena...Quando teremos de novo no ESC sonoridades destas?

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top