87 mil Euros foi quanto a RTP terá pago para estar, este ano, em dois festivais de música nacionais, o Alive e o Marés Vivas. O valor, que está a ser avançado pelo Correio da Manhã, já mereceu a reação de uma estação de televisão concorrente.


A RTP terá contratado, por ajuste direto, uma empresa de produção de eventos - GT Get Together - para que esta montasse em dois festivais um stand e realizasse a promoção da marca RTP junto do público que assistia ao Alive (de 7 a 9 de julho), em Algés, e Marés Vivas (de 14 a 16 de julho), em Vila Nova de Gaia.

O contrato tem o valor preciso de 71 076 euros, a que acresceram 16 347 euros de taxa de IVA (23%), pela prestação deste serviço. A proposta adjudicada, a que o Correio da Manhã teve acesso, previa então a montagem de um stand, a promoção de atividades que dessem visibilidade à RTP junto do público dos festivais e ações de relações-públicas para convidados VIP. Os valores dizem respeito apenas à ativação de marca da RTP nestes eventos, não incluindo, portanto, os custos (de estrutura e recursos humanos) associados à transmissão dos festivais de música, que a RTP terá recusado revelar, segundo notícia do mesmo jornal.

O grupo concorrente SIC já reagiu a esta notícia através de Pedro Miguel Paiva, realizador da SIC Radical, responsável pela transmissão de vários festivais. Em resposta ao slogan da RTP que disse ter a ‘melhor transmissão de sempre’ com a emissão do Alive, o responsável escreveu nas redes sociais: "Tenho é a certeza de que a RTP terá feito, sim, a mais cara transmissão de sempre de um festival para chegar a uma média aproximada de 85 mil espectadores. A Radical, com 1/5 do orçamento, chegou tranquilamente aos 150/200 mil telespectadores no mesmo período horário".

Recorde-se que a RTP não organizou o seu Festival da Canção este ano, nem participou no Festival Eurovisão da Canção, eventos com incomparável maior audiência, defendendo contenção de custos e outras prioridades de conteúdos televisivos. 





Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: CORREIO DA MANHÃ / Imagem: RTP / Vídeo:YOUTUBE

16 comentário(s):

  1. Quer-me parecer que este ano não vai haver dinheiro para um FC de jeito

    ResponderEliminar
  2. Anónimo11:54

    87 mil euros para ter um stand e depois pagam 400 euros para 1 compositor fazer uma canção para levar á eurovisão. Alguem entende isto??

    ResponderEliminar
  3. Eu diria apenas que a Suécia não convém a Portugal...a pergunta é...será que quando Portugal ganhar, a Suécia participará cá?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo13:41

      Bem pensado! :-)

      Eliminar
    2. Anónimo13:41

      Mas acho que eles nao tem nada contra nós, portanto devem participar

      Eliminar
  4. Anónimo11:55

    comecem, mas é a poupar para o Festival da canção!!!

    ResponderEliminar
  5. Ricardo Alves11:58

    Prioridades... enfim

    ResponderEliminar
  6. Anónimo13:05

    O valor que pagaram foi quase igual ao número de espectadores #ridiculo #tenhamvergonha

    ResponderEliminar
  7. Anónimo13:42

    Primeiro vê-se isto, depois a altura do FC é como no geral das lojas chinesas: preços baixos e má qualidade. :-)

    ResponderEliminar
  8. Anónimo14:44

    Esses festivais não têm nada a ver com o Festival da Canção, mas é bom que se saiba que a RTP não participou na Eurovisão PORQUE NÃO QUIS. Há dinheiro, mas as prioridades são outras.

    ResponderEliminar
  9. Nem tenho palavras para exprimir o que sinto...

    ResponderEliminar
  10. Rui Ramos16:01

    Era interessante saber-se quanto é que a RTP gastou com a transmissão desses festivais. Passei por alto num zapping, mas vi que havia muitas camaras, algumas telescopicas, equipas com diversos apresentadores, reporteres, algo nunca visto!! E depois as audiências foram miseráveis. Esses valores, que devem ser milionários, a RTP não divulga. Festivais onde 99% dos artistas são estrangeiros... será isto serviço público?? Esta prioridade da RTP devia ser avaliada e questionada superiormente

    ResponderEliminar
  11. Anónimo16:06

    Se investissem esse dinheiro no FC e na promoção do ESC, conseguiriam muito mais espectadores. Mas enfim, a gestão do canal estatal é ruinosa.

    ResponderEliminar
  12. Anónimo23:03

    "Eventos com incomparável maior audiência?" :D Epá.....não exageremos...o público que segue o ESC é mínimo. Há que assumir os factos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rui Ramos00:53

      A final do esc, mesmo sem Portugal, foi o programa mais visto dease dia na RTP 1. Uns 600.000 espectadores. Esclarecido? Lol

      Eliminar
    2. Anónimo11:06

      Anónimo das 23.03: deves acompanhar tanto o ESC como eu o programa Tv Rural

      Eliminar

Temas em Destaque

 
Top