A revista à portuguesa "Ol(h)á Florbela" já tem data de estreia: 30 de setembro, no Cineteatro Municipal D. João V, na Damaia.


Depois de “É Revista, com certeza!”, com participação de Vera Mónica e de Mariema, e “Mais Riso, é o que é preciso!", que contou com António Calvário como atração musical (recorde destaque do ESCPORTUGAL AQUI), "Ol(h)á Florbela" anuncia-se como a nova revista preparada para assinalar os 60 anos de carreira de Florbela Queiroz.  Avançámos na passada sexta-feira com a preparação desta revista, podendo já anunciar a data e local da estreia: 30 de setembro, no Cineteatro Municipal D. João V, na Damaia.

"Ol(h)á Florbela" é uma nova revista à portuguesa, preparada para digressão nacional, que promete duas horas de humor e de entusiasmo. É um hino à boa disposição, onde se podem esperar gargalhadas soltas, pensamentos alegres e um contágio de bons momentos, lê-se na apresentação à qual tivemos acesso. É uma revista atual, onde estará presente a crítica social, a sátira, a emoção e o afeto. Momentos de fado e de cantigas serão também uma das atrações deste espetáculo.


À frente de um elenco estarão as conceituadas atrizes Florbela Queiroz e Vera Mónica, que regressam assim aos palcos. Florbela Queiroz foi cabeça de cartaz de diversos espetáculos, tendo dado mostras mais do que evidentes do seu enorme talento e granjeado a simpatia do público que sempre a acarinhou. Entre a televisão e o teatro, desdobrou-se em múltiplas personagens ainda hoje recordadas. Por sua vez, Vera Mónica será a participação especial desta revista e desdobrar-se-á nas funções de atriz e fadista. Detentora de um valioso currículo, destacam-se as inúmeras revistas no Parque Mayer, os musicais de Filipe La Féria e a participação no Festival da Canção 1977. Protagonizou no ano passado a peça “Alô, é Vera!”. Ao lado destas duas grandes atrizes destacam-se três jovens talentosos: Marisa Carvalho (que integrou recentemente 
Juntos em Revista, com Marina Mota), Raquel Caneca (do elenco adicional da telenovela “Jardins Proibidos”) e Gonçalo Brandão, que se estreia em revista. 

O espetáculo conta com textos originais de Flávio Gil, Marisa Carvalho e Renato Pino, sendo a música e orquestrações do maestro Carlos Dionísio. O guarda roupa, gentilmente cedido pelo Grupo Gente Gira, foi criado por Carlos Mendonça. A encenação e a direção de atores está a cargo de Isabel Damatta. 

O ESCPORTUGAL dará devida nota das datas da digressão da revista pelo país. 


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte e imagem: PRODUÇÃO OL(H)Á FLORBELA 

1 comentário(s):

Temas em Destaque

 
Top