Ola Melzig, diretor técnico da última edição do Festival Eurovisão, revelou recentemente algumas curiosidades da produção do evento, defendendo o uso de estádios mais pequenos para "não se perder a intimidade com o artista".

Nos últimos anos, o emergente processo de pré-produção criativa e técnica têm marcado o Festival Eurovisão, sendo objeto de estudo para a indústria audiovisual um pouco por todo o Mundo. Ola Melzig, diretor técnico das últimas edições do evento europeu, foi convidado pela empresa americana Live Design para uma conferência onde falou sobre o concurso, revelando alguns detalhes sobre as últimas edições do mesmo.

A escolha da arena anfitriã foi um dos primeiros tópicos a ser abordado. Segundo o técnico, a Globen Arena, arena-sede em 2000, primeiro ano em que trabalhou no certame, e em 2016, foi a primeira escolha para a edição de 2013, mas não recebeu a competição por estar ocupada com o Campeonato Mundial de Hóquei do Gelo. No entanto, Ola Melzig defende que o tamanho do complexo é muito importante para o programa: "Não escolhemos a Tele2 Arena porque quanto maior é o estádio, mais díficil é controlar certos aspetos da produção e das câmaras. Se utilizas um estádio pequeno e jogas bem com as câmaras, podes fazer parecer a maior arena do mundo" afirmou, deixando críticas às produções de 2009 e 2012: "Perde-se muito com a utilização de um estádio grande, especialmente a intimidade com o artista. Em Baku, por exemplo, os cantores perdiam-se nos grandes planos e o mesmo aconteceu em Moscovo".

A dificuldade de ter a casa completa nas semifinais é outra das razões que Ola Melzig aponta para a escolha de arenas com capacidade mais reduzida: "Temos de pensar nos benefícios do espetáculo. As semifinais nunca enchem por completo ao contrário da final... No somatório de tudo não rentabilizas o espaço" completando com "a níveis de planos, oferecer um estádio com capacidade de 30 mil pessoas e apresentar 10 mil fica muito mal. Esta foi outra das razões porque não escolhemos a Tele2 Arena".

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: eurovision-spain / Imagem: eurovision.tv

1 comentário(s):

Temas em Destaque

 
Top