Israel: Conheça os seis semifinalistas do 'Rising Star'

Já são conhecidos os 6 semifinalistas do Rising Star, talent-show usado pela IBA para escolher o representante israelita na Eurovisão.

O Rising Star, talent-show escolhido pela IBA para escolher o representante israelita no ESC2016, já chegou às fases finais da competição. Os quartos-de-final do programa foram emitidos este fim de semana, e dos 9 concorrentes apenas 6 seguiram em frente. As semifinais serão emitidas a 26 e 27 de fevereiro, sendo que 4 concorrentes ganharão o passaporte para a grande final. O vencedor será conhecido a 3 de março.

Os seis semifinalistas do Rising Star 2016 são:
1. Kiara Duple
2. Ella Daniel


Nadav Guedj representou Israel no Eurovision Song Contest 2015 com o tema Golden Boy. O jovem cantor conseguiu o primeiro apuramento do país desde 2010 bem como o 9.º posto com 97 pontos, o melhor resultado desde 2008. Recorde a sua prestação de seguida:

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: esctoday / Imagem e Vídeo: eurovision.tv

8 comentários:

  1. Anónimo10:31

    Pois, pois, devia era ter ficado em último lugar na semi-final 2 do Esc 2015.
    A canção Israelita do Esc 2015 é uma das piores canções do país e também uma das piores do Esc 2015.
    E digo mais, desde 2010 tem trocado tudo, ou seja, em 2010 e 2015 a Israel passou á final do Esc e não devia ter passado nestes anos.
    Em 2011, 2012, 2013 e 2014, a Israel não conseguiu o apuramento á final do Esc, e devia ter conseguido, pois as canções destes anos são muito superiores ás de 2010 e 2015.
    Mas, enfim, o Esc é feito de injustiças, e no caso de Israel, os europeus votam nas canções mais fracas e nas que tem melhor qualidade não votam. Isto até faz nervos a qualquer um.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seria interessante que dissesses as razoes porque achas as cançoes de Israel tao mas em 2010 e 2015,e porque achas a de 2013 e 2014 por exemplo tao boas.Para mim e exactamente ao contrario.Em 2013 foi uma cançao monotona monocordica,gritada.Em 2014 era antiquada,performance pesadona.

      Eliminar
    2. Correspondentemente,para mim,em 2010 Harel Skaat deu-nos uma interpretaçao arrepiante duma super balada ja por si so fascinante.Nadav Guedj em 2015 trouxe-nos sonoridades locais,bem orientais,bem dançaveis, envoltas em alegria,gosto de viver e energia positiva.

      Eliminar
    3. Anónimo19:52

      Dizer as razões?? Isto não é nenhum chat ou fórum. As pessoas devem dizer a sua opiniao e basta.

      Eliminar
    4. Para alguma coisa,por alguma razao,com alguma finalidade existe aquele quadradinho onde se le"responder".Mas ninguem e OBRIGADO a reponder,evidentemente.

      Eliminar
    5. Anónimo08:45

      Não é de maneira nenhuma o meu tipo de música...mas confesso que foi o meu "guilty pleasure " de 2015...gostei e até pensei que chegaria mais alto na tabela...

      Eliminar
  2. Ricardo Alves11:04

    2014 Israel devia ter passado a final . Foi a grande injustiça desse ano. 2015 mereceu a final e o top 10. Excelente

    ResponderEliminar
  3. Anónimo22:39

    16 aninhos?? Ai eu perdia a cabeça

    ResponderEliminar