EBU/UER classifica as declarações de Christer Björkman como 'prematuras e infelizes'


Depois das declarações de Christer Björkman sobre a Alemanha sediar a competição no próximo ano em caso da vitória da Austrália, a EBU/UER reagiu anunciando que 'há várias emissoras candidatas a colaborar com a SBS' e classificando as declarações como 'prematuras e infelizes'.


Em direto do primeiro programa Inför ESC: Before Eurovision Song Contest na emissora sueca, Christer Björkman, chefe de delegação da Suécia e membro do Grupo de Referência da EBU/UER, revelou que a Alemanha sediará o Eurovision Song Contest 2016, em caso da vitória da Austrália, como pode ver AQUI. As declarações tornaram-se virais, tendo sido noticiado na maioria dos sites da temática.

No entanto, Frank-Dieter Freiling, presidente do Grupo de Referência da EBU/UER, refutou as afirmações dadas pelo representante sueco no ESC1992: 'Há várias cadeias televisivas candidatas a colaborar com a SBS, entre elas, a NDR alemã' afirmou. Sem negar que existem negociações com várias emissoras e que a NDR é uma das melhores cotadas, Frank-Dieter afirmou que 'A coorperação entre as duas emissoras terão de ser estudadas mais a fundo e seria formalizado com a Austrália. Mas para que terminem os rumores enfatizo: os comentários de Christer Björkman foram prematuros e bastante infelizes'


Esta e outras informações também no nosso Facebook. Visite já!
Fonte e Imagem: eurovision.spain

17 comentários:

  1. Cheira-me que a Suécia ainda se vai dar mal este ano à custa destas declarações.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:15

      Querem ver a Suécia mal a todo o custo, sempre à pesca dum motivo qualquer. Ehehe.

      Resta saber se a EBU disse o que disse porque:
      a) as declarações foram, de facto, infelizes
      b) o homem falou demais

      Eliminar
    2. Para mim é me indiferente se a Suécia fica bem ou mal, a canção passa-me completamente ao lado. Mas lembro-me muito bem do que aconteceu com a Espanha em 2009. Meteram a pata na poça e depois quem pagou foi a Soraya.

      Eliminar
    3. Anónimo06:29

      Anónimo das 23:15....
      Querem ver a Suécia mal a todo o custo ou é mesmo a Suécia que só faz porcaria e polémica.? Onde há fumo há fogo...e mais cego é aquele que não quer ver...

      Eliminar
    4. Anónimo10:06

      Gostava de saber onde é que as declarações do Bjorkman têm alguma coisa a ver com a música/artista/performance... ? Vá lá, pode ser que, com sorte, a Suécia não passe à final, e Portugal fique com o seu lugar. :)

      E "Só faz porcaria" é uma descrição que se adequaria muito melhor à RTP, já agora. :-)

      Eliminar
    5. Bjorkman nao e a Suecia.Mesmo sendo verdade a comunicaçao duma noticia deste teor caberia a EBU e nao ao sr.Bjorkman durante um programa da SVT para (des)apreciaçao das cançoes em competiçao no ESC. Ha nordicos a mais dentro da estrutura do ESC.

      Eliminar
  2. Anónimo22:47

    Ahahahah.

    Apoio a 100% o Mans e a sua Heroes, mas este Bjorkman... que cromo. xD

    ResponderEliminar
  3. Anónimo22:58

    ai que peixaria, até parecem Portugueses esses dois!

    ResponderEliminar
  4. Anónimo23:04

    ESPERO QUE A RTP ESTEJA INTERESSADA! POIS ESTA E NOSSA CHANCE DE SEDIAR ESTE CONCURSO!

    ResponderEliminar
  5. Anónimo23:09

    parece que o jogo virou não é mesmo?

    ResponderEliminar
  6. Anónimo23:12

    E com isto mais polemica para a suecia, o que é otimo.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo23:31

    "Espero que a RTP esteja interessada" LOL desculpa mas foi a graça da noite. A RTP não quer saber da eurovisão para nada pelo menos enquanto não privatizarem metade daquela saco routo.

    ResponderEliminar
  8. Anónimo00:03

    lado bom disto? curiosidade sobre quais emissoras estão interessadas em sediar o concurso.
    Se a RTP não estiver interessada, ok RTP jamais quererá sediar este concurso na vida.
    Agora se tiver interessada, espero bem que ebu tenha a noção de bons valores, e veja que Portugal e pais mais antigo a concurso que nunca sediou um eurofestival.

    ResponderEliminar
  9. Anónimo00:06

    eu sinceramente acredito que australia pode ser vencedora neste certame! Um pais novo, um pais conhecido, com imensos emigrantes na europa!

    ResponderEliminar
  10. Anónimo06:32

    Eu não acredito que a Austrália ganhe...nem pela música nem pelas politiquices...ou melhor se ganhar é mesmo para fazer ver que a Eurovisão está aberta a toda a gente...

    ResponderEliminar
  11. Anónimo08:01

    Eheheh bem feita!!!

    ResponderEliminar