ESC2014: Eslováquia continua fora da competição

Depois do último lugar alcançado em Baku e da sua retirada da edição de Malmö, a emissora estatal da Eslováquia anunciou hoje que não marcará presença na Dinamarca, no próximo mês de maio.


A emissora estatal da Eslováquia, RTV, anunciou hoje que não marcará presença na próxima edição do Eurovision Song Contest. O anúncio foi feito através da conta oficial do twitter aquando da resposta a uma questão feita pelo ESC club Slovakia, que questionava a emissora sobre a sua participação na próxima edição. "A Eslováquia não participará no ESC2014" foi a resposta da emissora, algo que não surpreendeu os eurofãs, tendo em conta que a Eslováquia já se ausentou por diversas vezes do certame, justificando essas ausências por razões económicas e pelos fracos resultados alcançados.

A última participação da Eslováquia aconteceu em Baku, quando Max Jason Moi e o tema "Don't close your eyes" ficaram em último lugar na 2ªsemifinal com 22 pontos. No ano anterior, as gémeas TWiiNS conseguiram o melhor resultado da história da Eslováquia, alcançando o 13ºposto com 48 pontos na semifinal com o tema "I'm Still Alive", mas falhando o acesso à Final. Recorde a última participação da Eslováquia no ESC:


Esta e outras notícias também no nosso Facebook. Visite já!
Fonte: escxtra / Imagem: eurovision.tv

9 comentários:

  1. Anónimo19:53

    sinceramente em 2012 mereceram o ultimo lugar, a música não foi muito divulgada, no youtube nem ouvi ela, eu próprio escutei a música pela 1 vez ao ver em direto na semi final.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo20:03

    e vai continuar fora por muitos anos, ao contrário de São marino , Eslováquia valoriza-se e se tem maus resultados não vale a pena estar a gastar dinheiro com a participação para ficarem na semi final.

    ResponderEliminar
  3. Shevek21:11

    Tenho pena. Gosto muito da canção eslovaca de 2009. A de 2010 era também boa, mas aquela interpretação ao vivo matou a canção.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo02:20

    Todos os países injustiçados deveriam fazer isto que a Eslováquia fez, em simultâneo, durante um ano. Se no futuro isto acontecesse, iríamos ter uma edição totalmente ridícula do ESC, onde os participantes seriam oriundos do leste ou do norte da Europa (porque são sempre estes países que obtêm bons resultados). Nesse caso, penso que toda a gente iria reparar que este concurso está cheio de interesses.
    E ainda gostaria de ver quem iriam ser os sacrificados de entre os participantes. Temos três hipóteses: os países da antiga URSS?; os países da ex-Jugoslávia?; ou os países da Escandinávia?

    Não há dúvidas de que seria interessante ver os países que habitualmente trocam votos no ESC a concorrerem sozinhos. Talvez com isto os restantes países fossem mais valorizados em edições futuras.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo05:14

    desculpem lá portugal tbm faz as suas trocas , tipo 12 pontos a espanha e eles nunca nos dão 12 pontos maximo 8, a frança pelo menos ainda nos dá mais pontos que a espanha, saudades de quando portugal dava 12 pontos a ucrania, pois a ucrania leva musicas magnificas ao ESC ao contrario da espanha

    ResponderEliminar
  6. Anónimo07:39

    Eslováquia de fora não me surpreende. Falta de interesse num concurso que não se traduz em nada para este pais. Mesmo quando as escolhas foram excelentes como aconteceu em 96 e 98 ... os resultados foram a uma desgraça. Por isso se não há interesse, motivação e não se sente que exista pé de igualdade em relação a outros paises (para além do dinheiro que é logo fatal nestas coisas) para que participar?

    E se Portugal ficar de fora também não me espantará ... até vou preferir. Mas isso já é outro debate no qual nenhum de nós concorda por uma plenitude de razões.

    @Anónimo 2.20: O bloco jugoslavo foi corrido a pontapé este ano nas semi. Na votação estes paises tiveram que fazer algo ao qual não estão habituados: ouvir musica de paises que não estão necessariamente ligados a eles e votar nesses mesmos paises. E ainda bem! Para aprenderem a terem um ouvido mais sensivel a algo que ultrapassa a sua zona de conforto jugoslava. Seria interessante ver o bloco de leste de fora (e neste caso refiro-me mais a Russia, Ucrania, Bielorussia, Azerbeijão e Armenia) mas parece-me uma tarefa impossivel. São os piores em termos de votação, não tem vergonha alguma na forma como votam entre si e no entanto .... recebem aplaudos e gritos de alegria de fãs ... algo aqui não faz sentido. Já com os paises escandinavos parece ser mais facil ser-se critico e ofensivo: no entanto todos se esquecem que estes paises nem sempre se valorizam uns aos outros, e inclusive ficam um ou outro na semi ... até a suécia ficou de fora uma vez. Nunca me lembro de ver uma Ucrania ou Russia de fora: no entanto dá assim tanto gozo berrar, gritar, censurar toda a Escandinávia. Ou não havera por detras disso tudo outro motivos que não se prendam com a Eurovisão?

    ResponderEliminar
  7. Anónimo10:34

    Tenho muita pena :/

    ResponderEliminar
  8. Anónimo12:55

    Anónimo das 07:39, concordo contigo em relação ao bloco jugoslavo. Confesso que me deu bastante gozo vê-los fora da final. Quanto à Escandinávia concordo quando dizes que nem sempre se valorizam uns aos outros (exemplo da Noruega em 2011 que ficou em 17º lugar na semi final), no entanto, maior parte das vezes sacrificam um mas dão 10 e 12 pontos a outro vizinho escandinavo.
    Mas reconheço que os piores são mesmo os soviéticos.
    O que enjoa é que Portugal participa desde 1964 e nunca ganhou uma edição enquanto que, por exemplo, a Ucrânia na segunda participação venceu uma edição e a Letónia na terceira participação também venceu uma edição.
    Será que estes países mereciam ganhar assim tão facilmente?
    Se os eurofãs votassem nas músicas e não nos países, tenho a certeza absoluta que os resultados não eram iguais

    Anónimo das 02:20

    ResponderEliminar
  9. Anónimo14:28

    Eu cá fiquei com Pena mas já adevilhava que acontesse musica fraca sem musicalidade mas sim preferia a eslovaquia do que a grecia por exenpolo que este ano me desiludiu....

    ResponderEliminar